Darci solta megalicitação de R$ 80 milhões para programa habitacional em Parauapebas

Quando pregão estiver concluído, 4.000 famílias devem ser alcançadas com kit de material de construção para levantar casa própria. Mas aviso aos navegantes: será preciso prestar contas!

Continua depois da publicidade

No próximo dia 20, a segunda prefeitura mais rica do Pará, comandada por Darci Lermen, vai conferir propostas comerciais de um pregão eletrônico cujo edital ela acaba de lançar nesta quinta-feira (7) para escolher a empresa responsável por fazer a gestão de recursos financeiros destinados ao programa “Lar da Nossa Gente”, um dos mimos do prefeito para a população menos favorecida. A ideia é alcançar 4.000 famílias e garantir a elas moradia digna. As informações são exclusivas do Blog do Zé Dudu.

Orçada em R$ 80,55 milhões, a empreitada, uma das mais caras já realizadas pela Prefeitura de Parauapebas, é encabeçada conjuntamente pelas secretarias de Habitação (Sehab) e Governo (Segov). Até hoje, só licitações abertas no âmbito do Programa de Saneamento Ambiental de Parauapebas (Prosap), pela Secretaria Municipal de Obras (Semob) e pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Semurb) conseguiram superar esse valor.

Pelas regras do edital, a empresa a ser contratada será diretamente responsável por toda a logística de agenciamento da transferência do recurso financeiro, da saída dos cofres públicos à chegada às mãos dos beneficiários do “Lar da Nossa Gente”.

Os beneficiários, no entanto, só vão ver o dinheiro em forma de kit de construção, em lojas de materiais da rede habilitada pela empresa selecionada no pregão. De acordo com a prefeitura, a medida vai “diligenciar com eficácia o gerenciamento automatizado, mediante o uso de tecnologia de informação, proporcionando o bom funcionamento do programa”.

Lar da Nossa Gente

O programa habitacional de interesse social “Lar da Nossa Gente” é divido em quatro etapas. A primeira delas diz respeito à aquisição e ao financiamento de terreno para beneficiar 4.000 famílias contempladas no âmbito da ação. A segunda etapa consiste na liberação do recurso financeiro do kit construção.

Já a terceira etapa do programa aborda a assistência técnica que acompanhará a execução da obra e capacitará cada beneficiário sobre o desenvolvimento da autoconstrução, enquanto a quarta fase é específica à autoconstrução, sendo o beneficiário do programa o responsável pela mão de obra ― se fará ele mesmo ou se empreitará o serviço ― para erguer sua casa.

Conforme o plano piloto do programa “Lar da Nossa Gente”, elaborado pela Sehab, a disponibilização dos limites de crédito aos beneficiários será em etapas e haverá avaliação para comprovação da aplicação do benefício para a finalidade proposta. Neste sentido, há incerteza com relação ao tempo para disponibilização das parcelas e não haverá sincronia entre os beneficiários para disponibilização dos limites de crédito destinados às etapas de baldrame, levante e cobertura de suas habitações.

Esse é, também, um dos fatores pelos quais o governo Darci optou por realizar a licitação no sistema de registro de preços, já que os valores a serem desembolsados para a construção e o tempo em que isso se dará são incertos.

Sobre mais esse programa habitacional, o prefeito Darci Lermem encaminhou áudio ao blog dizendo que, durante seus mandatos, cerca de 10 mil famílias já foram beneficiadas com moradias dignas. Confira:

5 comentários em “Darci solta megalicitação de R$ 80 milhões para programa habitacional em Parauapebas

  1. Pingback: Saiba o que é notícia na Capital do Minério neste início de semana - ZÉ DUDU

  2. Gessica De Almeida Gomes Responder

    Sou Gessica De Almeida Gomes Fiz meu cadastro Deus abençoe que eu seja comteplada

  3. Tiago Vieira Silva Responder

    Prestar contas kkkkkkk. Isso só pode ser piada. Tem uns aí que estão sorrindo a toa imaginando a grana que vão desviar. Prestar contas kkkkkk, boa piada.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: