Darci Lermen: “fui eleito pelo povo para ser prefeito de Parauapebas e não executivo da VALE”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Durante entrevista coletiva concedida na tarde de ontem (13) em Parauapebas, o prefeito Darci Lermen afirmou que já foi intimado pela justiça de Parauapebas para prestar explicações sobre ofício enviado ao presidente Lula e ao ministro Edison Lobão. Segundo o prefeito ele responderá no tempo previsto. Disse ainda que pretende, em sua resposta, deixar claro a posição do município em relação à Vale.

O  prefeito citou outros processos em que a mineradora contesta valores, como o da água, onde o então prefeito Chico das Cortinas teria contraído empréstimo junto ao BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento – de aproximadamente US$ 5,0 milhões e os valores das parcelas (semestrais) eram descontados dos repasses que a VALE fazia ao município. Segundo o prefeito, a VALE deve algo em torno de R$ 50 milhões somente desse contrato. 

O prefeito disse que foram inúmeras as tentativas de acordar com a companhia os repasses do CFEM e que agora, já que ela (Vale) procurou a justiça, ele abrirá à imprensa todos os números e documentos que provam a má-vontade e caracteriza a protelação da dívida do CFEM pela VALE.   

Finalizando, Darci disse que foi eleito pelo povo para ser o gestor de Parauapebas e não para ser executivo da VALE.

Publicidade