Cresce número de falsos dentistas no sul do Pará

Continua depois da publicidade

Segundo o Conselho Regional de Odontologia do Pará (CRO-Pará), existem evidências, investigadas a partir de denúncias e constatadas pelos fiscais do conselho de que 57 pessoas estão atuando de maneira ilícita no sul e sudeste do Estado como profissionais de odontologia. Só em Marabá, seriam 28 falsos odontólogos atuando e outros oito em Parauapebas, trabalhando sem o registro necessário. Só em Redenção, a Polícia Civil conseguiu fechar quatro consultórios de ilegais. Os números são referentes apenas ao ano de 2011.

O presidente do Conselho Regional de Odontologia do Pará, Roberto Pires, faz um apelo à população das duas regiões para que busque comprovar, antes do atendimento, se o dentista é inscrito no Conselho de Odontologia. “Caso contrário, denuncie à Polícia Militar ou vá a uma delegacia de Polícia Civil mais próxima. Com esta prática danosa, além de repassar doenças transmissíveis como aids, hepatites e outras, o charlatão pode deixar sequelas irreversíveis após o atendimento”. Mais, aqui.

1 comentário em “Cresce número de falsos dentistas no sul do Pará

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: