Corpo de homem encontrado na zona rural de Parauapebas

Vizinhança jura que nada viu nem nada ouviu. Um ou outro diz que escutou estampido de tiros. Lei do silêncio!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por volta das 09h30 da manhã desta terça-feira (31), a equipe do Departamento de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Policia Civil de Parauapebas, recebeu a informação de que um corpo foi encontrado em uma propriedade às margens da estrada VS-14, a 2 quilômetros da Vila Cedere I, na zona rural de Parauapebas.

Com base nas informações os investigadores se deslocaram para área, constaram que o homem foi assassinado a tiros e agora buscam informações que possam ajudar a identificar o corpo. Pela rigidez do cadáver, a equipe de remoção do IML (Instituto Médico Legal) acredita que o crime tenha ocorrido durante a noite de ontem segunda-feira (30).

Na beira da estrada que corta o local, além de sangue já ressecado, havia uma bermuda jeans sem nada nos bolsos. Ao pé da cerca de arame também foi encontrada uma sacola com peixes, já apodrecendo, o que levanta a hipótese de que o crime tenha ocorrido no início da noite.

No local impera a lei o silêncio, embora corra um boato de que sete estampidos de tiros foram ouvidos. A Reportagem tentou conversar com alguns os moradores das proximidades, mas, ninguém se dispôs a falar. Alguns apenas comentaram que o homem não morava nas redondezas.

Ele é branco, de estatura mediana, cabelos encaracolados e barbado. Estava de bruços, vestia camisa preta e cueca cinza. No braço direito há uma tatuagem com a figura de uma coroa, abaixo da qual está o nome “Renan”. Na mão do mesmo lado, ele carrega uma tatuagem de coringa, além de desenhos de corações nos dedos.

(Caetano Silva)

Publicidade