Cooperados da Central das Cooperativas de Transporte de Parauapebas planejam paralisar atividades por tempo indeterminado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Blog recebeu, via e-mail, um comunicado de um dos cooperados da Central – Central das Cooperativas de Transporte de Parauapebas – alegando que a classe está planejando uma paralisação no transporte coletivo no município, a ser iniciada no dia  16 de novembro próximo e que permanecerá assim, segundo a fonte, até que  toda a atual diretoria executiva da Cooperativa renuncie.

Segundo o e-mail, haveria ocorrendo várias irregularidades na atual gestão, entre elas o atraso no repasse das remunerações dos cooperados, no valor de R$1,700,00 (um mil e setecentos reais), que estaria em atraso por mais de um mês. Ainda segundo o denunciante, que solicitou o anonimato temendo represálias, várias famílias de cooperados estão passando necessidade até do básico para a sobrevivência.

No e-mail, o movimento comunica, ainda, que reivindica junto ao Ministério Público local que seja feita uma auditoria em todos os contratos da Central e de seus diretores, desde o início da mesma, inclusive o que originou a aquisição de 48 ônibus junto à empresa Volare e a compra do terreno que hoje serve de garagem para os mesmos. Ainda segundo o informante, existem vários diretores com patrimônio incompatível com suas rendas.

O Blog tentou contato com a direção da Central, todavia não conseguiu.