Contrabandista é “denunciado” por araras que transportava de forma ilegal

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Trafico animais silvestres (5)

Por Paulo Costa – correspondente do Blog em Marabá

Francisco José da Silva, de 56 anos, foi preso pela segunda vez em dois anos por transportar animais silvestres para Goiânia (GO). Ele foi delatado pelas próprias araras que faziam barulho dentro de uma caixa quando o ônibus que ele embarcou se preparava para sair da Rodoviária do Km 6, em Marabá.

As sete araras-vermelhas foram apreendidas pela Polícia Militar na madrugada desta terça-feira (14). O acusado alegou para a polícia que este é o meio que ele achou para sobreviver. Na Delegacia de Polícia Civil da Cidade Nova, onde foi apresentado, Francisco confirmou a justificativa e diz ter tentado outras formas de gerar renda, mas sem sucesso. Cada uma das sete araras foi comprada por R$ 200, em Jacundá, segundo Francisco. Ao chegar ao Estado do Goiás, ele pretendia vender cada uma por R$ 400.

As araras foram conduzidas para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e de lá para a Fundação Zoobotânica de Marabá, onde deverão passar por cuidados e avaliação se será possível reconduzi-las à natureza.

Publicidade