Comissão de Cultura promoveu manifesto artístico em defesa da Amazônia

Evento contou com a presença de artistas da Região Norte em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promoveu um manifesto artístico em defesa da Amazônia em comemoração ao “Dia Mundial do Meio Ambiente”, ocorrido no sábado (5). O evento “Amazônia, resistência pela vida”, contou com a presença de artistas da Região Norte e também de outras regiões sintonizados com o tema, como Alexandre Carlo, de Brasília, vocalista do grupo Natiruts.

“Cultura pode ser protesto, pode ser denúncia, mas tem um lado educativo e da formação do caráter de milhares jovens, que o que a gente trabalha mais fortemente com nossas canções. (…) Conheço a região de uma forma muito rápida, nos shows, a gente chega e vai embora, mas a gente sabe da importância da preservação da Amazônia, e também da preservação da vida e do direito de existir dos povos originários, das comunidades indígenas, às quais a gente tem algum contato com as que fazem parte aqui do cerrado brasileiro,”, disse Alexandre Carlo na abertura do evento.

Apresentaram-se artistas de todos os estados da Região Norte, como Fábio Marabaixo, do Amapá, e também o músico amapaense Zé Miguel, que tocou a música Terra Ferida, gravada no primeiro disco dele, de 1991.

Na reunião virtual, também foi apresentado um vídeo com danças e o canto wapichana kutiana, do grupo de indígenas Parichara Wapichana, na Comunidade Novo Paraíso, em Roraima.

Talentos

Na reunião foram transmitidos um vídeo da acreana Leila Hoffman, que apresentou um pouco do Projeto Natureza; um clipe do cantor amazonense Zeca Torres, o Torrinho; e trechos do documentário “Mestres Praianos do Carimbó de Maiandeua”, dirigido pelo cineasta Arthur Arias, e do documentário “O Reflexo do Lago”, do também paraense Fernando Sedtowick. Foi exibido ainda um clipe chamado “Manifesto Em Favor da Amazônia”, gravado especialmente para a reunião virtual pelo cantor e compositor rondoniense Erivaldo de Melo Trindado, o Bado.

O músico paraense Felipe Cordeiro ressaltou a importância do evento em chamar a atenção para o tema ambiental.

“A Amazônia, por exemplo, não é reversível, então é uma briga muito séria que a gente está travando. Nunca foi fácil defender a Amazônia, a Amazônia sempre foi muito negligenciada, invisibilizada, sempre foi uma luta”, denunciou.

O encontro foi pedido pela presidente da Comissão de Cultura, deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), que afirma que o objetivo do projeto é ampliar o olhar sobre as pautas defendidas pelo colegiado por meio de diferentes linguagens. O evento foi coordenado pelo deputado Airton Faleiro (PT-PA).

“Então, a nossa semana não fala só de resistência, não fala só das desgraças que estão fazendo com nossos povos, com nosso meio ambiente, nós falamos de esperança. A semana do meio ambiente falou de esperança, falou de um projeto em que a Amazônia cumpra e continue cumprindo sua função global de equilíbrio climático, que se mantenha essa linda relação de interdependência com seus povos, indígenas, quilombolas, extrativistas, agricultores familiares, é para isso que nós estamos realizando essa semana.”

O projeto Manifestos Culturais é promovido pela Comissão de Cultura da Câmara desde 2013.

Tema: Amazônia, resistência pela vida.Local: Anexo II, Plenário 08

Informações: Req 7/21 da Dep. Alice Portugal (PCdoB-BA)

Coordenação: Dep. Airton Faleiro (PT-PA)

Convidados:

Alexandre Carlo – Grupo Natiruts – Brasília (DF)

Felipe Cordeiro – Artista, músico – Pará

Fábio Marabaixo – Representante do Grupo de Marabaixo – Amapá

Zé Miguel – Cantor, compositor, escritor e produtor cultural – Amapá

Juraíldes da Cruz, Lucimar e banda – Tocantins

Zeca Torres (Torrinho) – Cantor – Amazonas

Grupo de Parichara Wapichana – Roraima

Fernando Sedtowick – Diretor do documentário O Reflexo do Lago – Pará

Arthur Arias – Diretor Documentário: Mestres Praianos do Carimbó de Maiandeua – Pará

Erivaldo de Melo Trindade (Bado) – Cantor e compositor – Rondônia

Povo Macuxi – Roraima

Projeto Alma Natureza, Leila Hoffmann – Acre

Dupla Vera e Zuleica – Mato Grosso

Para assistir a íntegra do evento clique aqui.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.

Publicidade