Câmara de Parauapebas terá oposicionistas nas presidências das comissões

Continua depois da publicidade

Os nomes dos vereadores que vão compor as Comissões Parlamentares da Câmara Municipal de Parauapebas nos próximos dois anos foram apresentados na terça-feira, 5, durante a Sessão Ordinária. O anúncio foi realizado pelo presidente da Casa, Professor Josineto Feitosa (PSDC).

As comissões são definidas no início de cada Legislatura e têm como finalidade a análise dos projetos da própria Câmara, do Executivo e até mesmo aqueles de iniciativa popular. Cabe a elas acompanhar os planos e programas governamentais, além da fiscalização orçamentária. Assim os parlamentares que fazem parte dessas comissões devem estudar, detalhadamente, todos os projetos que são encaminhados à Câmara. Suas conclusões são emitidas em forma de parecer de modo a orientar o plenário na apreciação e aprovação da matéria.

Vejam abaixo como ficaram as seis comissões do Legislativo de Parauapebas. Todas as comissões serão presididas por vereadores eleitos por partidos que eram oposição ao atual prefeito:

Comissão

Presidente

Membros

Justiça e Redação  
Euzébio Rodrigues dos Santos (PT)

– Odilon Rocha de Sanção (PMDB)

– Moacir Charles A. B. Segundo (PSD)

Terras, Obras, Serviços Públicos, Minas e Energia

Bruno Leonardo A. Soares (PP)

– Ivanildo Braz S. Simplício (PDT)

– José Francisco do A. Pavão (PTB)

Segurança Pública e Defesa Social

José Arenes da Silva (PT)

– Euzébio Rodrigues dos Santos (PT)

– Odilon Rocha de Sanção (PMDB)

Finanças e Orçamento

Bruno Leonardo A. Soares (PP)

– Major da Mactra (PSDB)

– Luzinete Rosa Batista (PV)

Educação, Cultura e Meio Ambiente

Eliene Soares S. da Silva (PT)

– João Assi – João do Feijão (PP)

– Luzinete Rosa Batista, PV

Direitos Humanos


Israel Pereira Barros – Miquinha (PT)

– Maridé Gomes da Silva, PSC

– Ivanildo Braz S. Simplício, PDT

5 comentários em “Câmara de Parauapebas terá oposicionistas nas presidências das comissões

  1. Noticioso Responder

    O Diretor administrativo da Semed, professor Leônidas Mendes, que durante a campanha eleitoral, iludido com a promessa de “Zé Rinaldo” de que assumiria a Secretaria de Educação, abandonou o barco do seu partido, o PT, e abraçou o então candidato Valmir Mariano.
    Passado pouco mais de 60 dias de administração, ao invés de ganhar terreno foi minando os próprios passos fomentando calúnias e difamações, além de nutrir, com informações privilegiadas, um “blog de seu irmão”, sem poupar críticas ao gestor municipal e parte de seu secretariado, na tentativa de, na força do verbo, impor a sua vontade. Não deu certo, o prefeito com o poder da caneta acaba de exonerar um dos mais fortes e influentes cúmplices do atual secretário de finanças, José Rinaldo Alves de Carvalho, que dizem as más línguas, anda de ”treta” com Massud e com Cláudio Almeida, para somar forças e tentar derrubar o “velhote da poltrona. Poltrona que me parece aos poucos vai se ajustando ao jeito do velho empresário. Na festa é assim professor, quem sabe dançar ao ritmo da música aproveita e se diverte, quem não sabe fica de fora da pista reclamando e falando mal de quem tem talento pra mostrar.

  2. Anônimo Responder

    Quem o chefe de gabinete qie o Valmir tem nao precisa de oposição ele nao consegue articular nenhuma comissão!

  3. Anônimo Responder

    Estas comissões cujo os titulares sao de opsiçao mss nao contra os interesses do município.
    Quem tem o coordenador político que Valmir tem nao precisa de oposição!

  4. WSOUSA Responder

    è bom ver a câmara Municipal de cara nova, tenho certeza que esse ano as coisas vão andar em Parauapebas. Boa Sorte a todos os Veradores desta casa.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: