CEF libera R$ 65 milhões para Cohab do Pará

Gestões do senador Jader Barbalho (MDB-PA) junto à Caixa, autorizaram renovação de contratos com instituições de créditos para dar continuidade ou iniciar novas obras de projeto geridos pela Companhia de Habitação do Estado do Pará
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília — Gestões do senador Jader Barbalho (MDB-PA) junto à Caixa Econômica Federal (CEF) resultaram positivamente para a garantia da continuidade dos projetos geridos pela Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab/PA). O governo fez um aporte imediato de recursos para a novação de contratos com instituições de créditos para dar continuidade ou iniciar novas obras. Para a Cohab/PA, a CEF autorizou a liberação de contratos no valor total de R$ 65 milhões.

Deste montante, 15 milhões já foram renegociados, o restante está em análise. A renovação é uma operação jurídica que consiste em criar uma nova obrigação de dívidas e responsabilidades do Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS), referentes a contratos de mutuários da Cohab junto à Caixa Econômica Federal.

Há um ano o senador paraense solicitou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que fosse dado apoio com prioridade aos programas de moradias populares geridos pelas Cohabs de todo o país “em virtude do grande alcance social que representam para o Brasil e, em especial, para a nossa economia”, justificou o senador.

A demanda chegou ao parlamentar paraense por meio de representantes da Associação Brasileira de Cohabs (ABC), que expuseram as dificuldades enfrentadas pelas companhias habitacionais desde a publicação da Lei no 10.150, em 2000, que trata sobre a novação das instituições credoras.

As informações foram repassadas para o senador Jader Barbalho pelo representante da Cohab/PA, Lázaro Luis de Sousa Saldanha, que esteve no gabinete do senador em companhia dos representantes da Associação Brasileira de Cohabs (ABC), levando a demanda das cooperativas habitacionais.

“É uma vitória para nossa população carente, que depende de programas habitacionais populares para terem sua moradia. É um direito que a população tem e que estava sendo impedido por medidas burocráticas. Posso dizer que esse é um momento especial para muitas famílias paraenses, o que faz com que me sinta realizado ao cumprir meu papel como representante do povo paraense no Senado”, comemorou o senador.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.