Casos de Covid-19 aumentam entre povos indígenas de Santana do Araguaia

Índios adoeceram após terem ido à passeio na aldeia, localizada em Cumaru do Norte.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O número de casos da Covid-19 entre índios que moram no distrito de Barreira do Campo em Santana do Araguaia aumentou, após oito integrantes do grupo indígena ter ido à passeio na aldeia, localizada em Cumaru do Norte.

Eles contraíram a doença e ao voltar para o município, acabaram contaminando outras pessoas. “Todos os índios que adoeceram estão recebendo assistência, medicação, alimentação e nenhum deles foi hospitalizado”, explica Maria Aparecida Soares, secretária de Saúde da cidade.

O grupo indígena do município de Santana do Araguaia conta com 74 índios Caiapós e destes, dez, com idades entre 3 e 94 anos, contraíram a doença.

“Estivemos no local onde eles moram, levamos materiais de prevenção como máscaras, álcool em gel, e também fizemos a orientação sobre a prevenção e cuidados. Além disso, realizamos uma triagem com testes rápidos e este grupo indígena está sendo monitorado por enfermeiros” ressalta Maria Aparecida.

Boletim Epidemiológico

“Os números do novo coronavírus aumentaram rápido no município. Dia 7 de maio registramos o primeiro caso em Santana do Araguaia e até a última atualização do boletim epidemiológico (17.06), contabilizamos 74 casos confirmados na cidade”, comenta a secretária.

Além disso, conforme a última atualização do boletim, em Santana do Araguaia há 154 casos suspeitos, 246 descartados, 26 recuperados e três óbitos.