Canaã: Projeto de lei que cria Secretaria da Mulher é encaminhado a Câmara

A secretaria só deve funcionar em 2022, uma vez que a lei de enfrentamento à covid impede criação de novos cargos esse ano.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A prefeita de Canaã dos Carajás, Josemira Gadelha, assinou nesta terça-feira (9) o Projeto de Lei que cria a Secretaria Municipal da Mulher e Juventude com objetivo de fortalecer as políticas públicas nessas duas áreas. O documento já foi encaminhado para Câmara onde será apreciado e votado.

Mesmo que os vereadores aprovem o projeto, a nova secretaria só funcionará em 2022. Segundo o procurador do município, Charlos Melo, será criada apenas a estrutura da secretaria. “A lei 173/2020, de enfrentamento à Covid, nos impede a criação de cargos até 31 de dezembro de 2021”, informou. “Nos próximos meses já vamos desenvolver o Plano Plurianual e também a Lei Orçamentária, onde já vamos prever os cargos públicos dessa estrutura administrativa para o ano que vem”, destacou Melo.

Quem é cotada para assumir a futura pasta é a atual Diretoria da Mulher, Marili Souza. Ela falou sobre a importância da nova secretaria. “Vamos oportunizar as mulheres a ter acesso a mais capacitações e desenvolvimento, além da garantia dos seus direitos”.

Josemira Gadelha lembrou que a criação da secretaria é um resgate de um compromisso de campanha. “Cuidar da mulher, cuidar do social é cuidar da saúde, da educação e das famílias”, disse. “É um momento de muita alegria. Estamos cumprindo uma das nossas promessas, vamos em breve ampliar esse atendimento à mulher e fazer ele multidisciplinar”, completou.

Por Dayse Gomes