Canaã dos Carajás: o que o futuro nos reserva?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Canaã dos Carajás, assim como outras cidades do sudeste paraense, surgiu em decorrência do garimpo e da mineração. Possui uma população de 23 mil habitantes. No início dos anos 2000 a cidade começou a receber um fluxo de pessoas vindas dos quatro cantos do Brasil.

Com o sonho de trabalhar em uma mineradora instalada na região e melhorar as condições de vida, homens e mulheres vieram para o município.

Em 2004, a inauguração da Mina do Sossego fez com que muita gente acreditasse que a cidade não pararia de crescer. Pouco tempo depois, o oposto aconteceu.

Em 15 anos de emancipação política nunca se viu um povo tão desacreditado, desmotivado. Os comércios fecharam as portas.

De acordo com uma pesquisa encomendada pela revista Isto É, Canaã dos Carajás possui a maior renda per capita do país, com 300 reais por habitante. Porém os demonstrativos de receitas arrecadadas pelo município não traduz a situação vivida pelos moradores da cidade.

No próximo ano está prevista a implantação de mais um grande projeto mineral, o S11D, conhecido por Serra Sul. 10 vezes maior que a mina de N4 na Serra dos Carajás.

De acordo com a coordenadora do SINE em Canaã, nos últimos seis meses mais de 500 pessoas foram cadastradas à procura de trabalho, porém apenas 100 conseguiram vagas no mercado.

Atualmente Canaã dos Carajás faz jus ao significado de terra prometida. E mais uma vez surgem as promessas de que o melhor está por vir. Hoje a cidade lamenta a falta de oportunidade e de infra-estrutura e sofre com a estagnação do comércio. Mas ainda não perdeu as esperanças de que a vida, a vida vai melhorar

Fonte: Blog da TV Serra Sul

Publicidade

Posts relacionados