Câmara pode aprovar Marco Legal das Ferrovias antes do recesso

Matéria já foi aprovada no Senado e agora está na Câmara
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Relator da matéria, deputado Zé Vitor, disse que o desenvolvimento do país terá uma reação em cadeia positiva com a aprovação da matéria

Continua depois da publicidade

Brasília – Após ser aprovado no Senado Federal em 5 de outubro, o Marco Legal das Ferrovias deve ser votado na Câmara dos Deputados antes do recesso parlamentar. O primeiro passo nesse sentido, foi a designação do deputado federal Zé Vitor (PL-MG) como relator do projeto que muda a Lei que prevê que empresas privadas possam investir em projetos, assumindo os custos e os riscos da construção de novas ferrovias no país.

A proposta está entre as principais no plano de desenvolvimento econômico do país. O projeto de lei nº 3.754/2021 (Nº Anterior: PLS 261/2018) de autoria do senador José Serra (PSDB). A matéria aguarda constituição de comissão especial pela Mesa para iniciar a tramitação na Câmara.

Uma das principais novidades do projeto é a modalidade de autorização para a construção de novas ferrovias. No modelo atual — de concessão — o investimento é financiado pelo Estado, de acordo com interesses estratégicos do país. Com a mudança, empresas privadas poderiam investir em projetos do seu interesse, assumindo os custos e os riscos.

O deputado federal Zé Vitor declarou estar aberto ao diálogo, além de destacar a importância do projeto. “Teremos uma nova dinâmica no setor ferroviário. Com isso, o desenvolvimento do país será uma reação em cadeia. Mais empregos, melhoria na logística, agilidade e economia de vários setores produtivos. O Marco Legal das Ferrovias irá transformar o nosso país”, garante.

A previsão é de que a matéria seja votada antes do recesso parlamentar.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.