Braçal mata motorista com golpes de faca e facão em crime passional

A vítima estaria tendo um relacionamento amoroso com a ex-mulher do matador. Após o crime ela fugiu com ele. A tragédia aconteceu na Vila Palmares Sul, em Parauapebas
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O motorista Carmelucio Soares Freires, 39 anos de idade, natural de Tucuruí, foi assassinado a golpes de faca e facão, por volta das 19 horas de ontem, sexta-feira (22). Segundo testemunhas, o autor do assassinato é o braçal Gilvan Venâncio Pereira, 34 anos, conhecido como “Biribau”, que teria assassinado Freires por causa da ex-mulher que estaria tendo um relacionamento com a vítima. O homicídio aconteceu em um bar próximo da casa de Biribau, na esquina das ruas Salvador e Ayrton Senna, na Vila Palmares Sul. zona rural de Parauapebas.    

faca e facão usada no crime

A discussão entre Carmelucio e Gilvan começou porque a ex-mulher do acusado estaria tendo um caso amoroso com o motorista há quatro meses. Em seguida, o ex-marido enciumado partiu para cima do outro, armado de faca e facão, e golpeou o homem, que, sem chance de defesa e atingido fatalmente, sangrou até morrer, ali mesmo.

Logo após ter matado o motorista, Gilvan, que foi preso pela Polícia Civil em 2007, pelo crime de tráfico de drogas, jogou as duas armas brancas no quintal da casa dele, que fica por trás do bar em que aconteceu o crime passional, e fugiu em uma moto Honda Pop branca, levando na garupa a mulher que teria sido o pivô do assassinato.

Informações levantadas pela Polícia Civil no bar, dão conta de que, antes de encostar no estabelecimento, Gilvan Pereira havia passado várias vezes pela frente do comércio, como se estivesse a esperar o momento certo para abordar Carmelucio Freires.

(Caetano Silva)          

Relacionados