Bolsonaro retorna ao Pará para atos de governo em três cidades

É a terceira visita do presidente ao estado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Presidente Bolsonaro retorna ao Pará pela terceira vez em seu governo

Continua depois da publicidade

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desembarca, nesta sexta-feira (18), pela terceira vez no Pará, onde cumpre agenda oficial de governo. A agenda prevê atos do governo em Marabá e Novo Repartimento, no sudeste do estado, além da capital Belém.

A programação terá início em Marabá, com a entrega de títulos de 1.400 títulos definitivos de propriedade rural para pequenos e médios produtores rurais. Produtores rurais vão promover um churrasco aberto à população para marcar o dia festivo.

A região é considerada, há décadas, uma das mais violentas do país devido a uma série de conflitos pela posse da terra, culminando com o conflito da “Curva do S”, no governo tucano dos então presidente Fernando Henrique Cardoso e governador Almir Gabriel. O conflito marca quando 19 sem-terras morreram após avançarem para cima de uma guarnição da Polícia Militar enviada ao local para desobstruir a rodovia PA-150, ocupada pelos manifestantes.

A comitiva presidencial seguirá de Marabá para o município de Novo Repartimento, onde será inaugurado um trecho pavimentado na Rodovia Federal Transamazônica (BR-230).

A obra conclui um trecho de pavimentação de 102 km, ao custo de R$ 219 milhões, sendo uma das estradas mais importantes da região. As obras são do governo federal e foram supervisionadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) do Pará. O trecho liga os municípios de Itupiranga e Novo Repartimento.

Ainda no município de Novo Repartimento, o presidente assina Ordem de Serviço para início das obras da ponte sobre o Rio Xingu, entre Anapu e Altamira – uma antiga reivindicação da população da região. O projeto da ponte já foi contratado e será executado pela mesma empresa que está fazendo a ponte internacional de Foz do Iguaçu (PR).

No início da noite, Bolsonaro aterrissa no aeroporto em Belém, onde participa do culto em comemoração aos 110 anos de fundação da igreja evangélica Assembleia de Deus no Brasil, a convite do senador Zequinha Marinho (PSC-PA).

Seguem no avião presidencial, parte da comitiva presidencial, além do senador paraense, o deputado federal Joaquim Passarinho (PSD-PA), vice-líder do governo na Câmara dos Deputados.

Na mesma noite, após o culto religioso, a comitiva retorna a Brasília.

Por Val-André Mutran – de Brasília