Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas tem novo gestor

O prefeito de Parauapebas, Valmir Queiroz Mariano, deu posse nesta sexta-feira (5) ao novo gestor da Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, o administrador de empresas Walmor …

Walmor Costa, Valmir Mariano e Jorge Vieira

O prefeito de Parauapebas, Valmir Queiroz Mariano, deu posse nesta sexta-feira (5) ao novo gestor da Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, o administrador de empresas Walmor Costa, em substituição ao jornalista Jorge Vieira.

Na apresentação do novo gestor, o prefeito Valmir Mariano destacou o trabalho desempenhado por Jorge Vieira nos seis meses em que ficou no comando da Ascom, reconhecendo a importante contribuição do jornalista.

Ao ser conduzido ao cargo de assessor de comunicação, Walmor Costa garantiu que dará continuidade ao trabalho desenvolvido por Jorge Vieira, à frente da Ascom, e agradeceu a confiança do prefeito nele depositada.

Perfil de Walmor Costa

Walmor Oliveira da Costa, 45 anos, casado com a jornalista Ana Lacerda, nascido em Guarapuava (PR). Aos sete anos de idade, chegou ao Pará com a família para morar em Castanhal. É formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Comunicação Institucional e Especialização em Marketing Político pela Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Trabalhou na TV Liberal Marabá (porta de entrada no ramo da comunicação) como repórter e apresentador, no período de maio de 1996 a setembro de 1998, de onde saiu para ser diretor da agência Planet Comunicação.

Walmor conhece Parauapebas desde 1987, quando esteve na cidade, a convite de um amigo para conhecer a ainda pequena, mas promissora, vila. Em 2004, aceitou o desafio de implantar a TV Norte Carajás (Record) em Parauapebas e desde então vive o dia a dia desta cidade.

REQUERIMENTO AO PREFEITO

Ao Exmo. Sr. Valmir Queiroz Mariano
Prefeito de Parauapebas

Eu, Jorge Roberto Cruz Vieira, venho, por meio deste requerimento, solicitar minha exoneração do cargo de Assessor de Comunicação, Decreto 009/2013, a partir desta data, por motivos pessoais.

Apesar de não ser do nosso interesse essa decisão de deixar o cargo, o momento é de total prioridade para a minha família, na cidade de Natal (RN), para onde estarei me deslocando para me dedicar a uma especial bênção de novamente ser pai.

E essa ausência do município, é claro, impede de manter a frequência e a responsabilidade exigida pelo cargo.

Agradeço a oportunidade de estar à frente ao longo desse período da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Parauapebas e fazer parte de sua equipe de governo, o que muito me honra em minha carreira profissional.

Acredito que neste início de jornada cumprimos com a missão de plantar na ASCOM as sementes de um trabalho planejado que dará bons frutos no futuro, inspirado em eficazes modelos de gestão de comunicação pública:

– A formação de núcleos operacionais (imprensa, publicidade, informação e administrativo) com suas respectivas lideranças e rotinas, visando garantir o fluxo de informação;

– A oferta de arte com a criatividade de designers; o intenso fornecimento de conteúdo para mídias e imprensa com o apoio de uma rede de facilitadores nas secretarias;

– A comunicação interna dando seus primeiros passos, entendendo que a valorização do servidor passa pelo conceito deste ser bem informado;

– O pleno atendimento às demandas publicitárias referentes às ações do governo, apesar das limitações contratuais;

– Um planejamento orçamentário condizente em volume com a pujança de sua gestão, onde se prevê o investimento significativo no segmento da comunicação pública;

– O encaminhamento de projetos de contratação de serviços necessários para a produção comunicacional do setor (agências), entre outras atividades.

Deixo o detalhamento do balanço das nossas realizações em nosso relatório, porém, sabemos que podemos ir muito mais além.

Uma verdadeira comunicação do século XXI, onde tenhamos a modernização dos veículos institucionais de mídia, como a TV pública e o portal de informação e serviços (site), bem como a criação da tão sonhada SECOM (Secretaria de Comunicação Social), com o objetivo de dar mais autonomia, agilidade aos processos da área e a incorporação de profissionais e atividades essenciais.

Dessa forma, peço aqui sua especial atenção em priorizar a comunicação em sua gestão como uma de suas mais indispensáveis ferramentas estratégicas.

Em muitos países no mundo a comunicação pública é reconhecida como a de maior credibilidade e qualidade. E é onde podemos chegar. Fazer da comunicação pública de Parauapebas uma rede altamente qualificada e prestando serviços e informação de utilidade pública para nossa população, sem esquecer os compromissos da transparência e do acesso à informação.

Aqui também deixo registrados meus mais sinceros agradecimentos a toda equipe do Gabinete, em nome de José Omar, pela sensibilidade e apoio nos encaminhamentos administrativos; ao meu amigo e companheiro de todas as lutas, Wagner Santos, pela competência da parceria na gestão e interinidade, enquanto estive ausente; e a toda maravilhosa equipe da ASCOM, por acreditar que um trabalho digno se faz com ética, compromisso e profissionalismo. Lutem sempre por isso, e meu muito obrigado!

Ao amigo Valmir, saiba que mantenho o meu compromisso de continuar ao seu lado e ajudar no êxito de sua gestão, colocando-me à sua disposição a partir de um novo posicionamento profissional, mantendo os mesmos princípios de respeito e trabalho que sempre nos aproximaram há mais de 20 anos.

Lutamos muito para conquistar esse espaço e sonhamos em ver uma Parauapebas cada vez melhor para seu povo e aos nossos familiares.

Por fim, desejo muita coragem e sabedoria nesse importante desafio de conduzir a gestão do governo municipal e, ao mesmo tempo, sucesso ao meu sucessor, Walmor Costa, à frente da ASCOM, colocando-me, desde já, à disposição para a melhor transição do cargo.

Sigamos com a nossa missão, e que Deus nos guie e abençoe a todos.

Vamos em frente!

Atenciosamente,

Parauapebas (PA), 5 de julho de 2013
Jorge Roberto Cruz Vieira

5 comentários em “Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas tem novo gestor

  1. VITORIA REGINA Responder

    TROCOU O SUJO PELO MAL LAVADO !!EU SO NÃO ENTENDO E COMO ESSE POVO ENTRA NESSA PREFEITURA , LINDA ESSA CARTA DE DESPEDIDA DESSE JORGE , NINGUEM COMENTOU FOI DO PESSIMO TRABALHO QUE FOI DESENVOLVIDO PELA ASCON , QUE TEVE ATE MATERIA PAGA NA VEJA , PRA QUERER APARECER ,,,,

  2. gilson Responder

    bom dia ze,,, agora o novo marquetero deve mostrar as obras do valmir,que sao inumeras, ja conseguiu deixar a marca que ele tanto falava, por que o anterior tava escondendo né? kkkkkkk

  3. Dionizio Responder

    Concordo que o melhor marketing é o resultado, e nisto a nossa prefeitura está devendo muito.
    Porém nossa população precisa zelar pelo pouquissimo que temos. Nós, povo brasileiro, temos um hábito horrível de transferir a responsabilidade para os outros e esquecemos de demonstrar um pequeno ato de cidadania, exemplo: varrer a nossa calçada, que está na frente na nossa casa. (Se cada morador varresse a frente da própria casa, a cidade seria limpa e ai teríamos mais força para cobrar ação dos políticos.

  4. Anônimo Responder

    gostaria de perguntar ao excelentíssimo senhor prefeito quais as razoes que o pagamento dos donos de carros que prestam serviço para a prefeitura está com 3 meses atrasados, gostaria de lembrar ao senhor prefeito que todos esses cidadãos são pais de famílias que na maioria das vezes ainda pagam as pretações dos carros que estão atrasados. o meu marido está com tres meses sem receber pagamento e a situação na minha casa nao está facil. A SEMOB nao está pagando nenhuma locação de carro e ninguém dá uma justificativa… por quê??????????????

  5. Eleitor decepcionada Responder

    Alguém poderia avisar ao sr. Prefeito que marketing se faz com uma cidade limpa e bem cuidada. De nada adianta se gastar fortunas com propagandas se as ruas estão cheias de buraco e lixo. E por favor, não adianta entupir os buracos se não fizerem o saneamento ou no mínimo a drenagem que os causas, já que o serviço q tapa buracos não adianta, pois tratam a consequência mas, não a causa (esgoto a céu aberto). Uma cidade com um saneamento básico decente e com um mínimo de infraestrutura já seria 70% da mídia do prefeito.

Deixe seu comentário