Arrecadação de Marabá dispara 22% e bate recorde no 1º quadrimestre

Em apenas quatro meses de arrecadação, prefeitura do principal município do sudeste do Pará sustentaria pelo ano inteiro município do porte de Castanhal. Crescimento da receita é histórico

Continua depois da publicidade

Esqueça Parauapebas ou Canaã dos Carajás. Nenhuma prefeitura da região de Carajás está tendo tanto sucesso financeiro neste início de 2022 quanto a comandada por Tião Miranda. A administração do principal município do sudeste do Pará viu o faturamento aumentar 22,83% nos primeiros quatro meses deste ano no confronto com o mesmo período do ano passado. Marabá chegou ao apogeu financeiro e, ao que tudo indica, se mantiver o passo, já pode até sonhar em superar Parauapebas até o final desta década.

As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu, que analisou cada detalhe da prestação de contas recém-entregue pela Prefeitura de Marabá aos órgãos de controle externo. Ao todo, o governo de Tião arrecadou em receitas líquidas, já efetuadas as deduções, R$ 436,798 milhões de janeiro a abril, uma montanha de dinheiro suficiente para cobrir as despesas do ano inteiro de um município do porte de Castanhal

No ano passado, durante os primeiros quatro meses, a Prefeitura de Marabá havia ajuntado R$ 355,621 milhões líquidos. No comparativo entre os dois primeiros quadrimestres — de 2021 e 2022 —, verifica-se uma “engorda” histórica nas contas do município, não vista desde que as prestações de contas passaram a ser públicas por força da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Hoje, Marabá é um dos municípios com economia e finanças mais sólidas do Pará, ao lado de Belém, Ananindeua e Santarém.

Crescimento de 31% em março

A boa performance das receitas comandadas por Tião Miranda ficou evidente em março, quando alcançou R$ 118,749 milhões e deu salto de 31,81% frente à arrecadação de R$ 90,093 milhões registrada no mesmo período do ano passado. Mesmo sem royalties de mineração graúdos para contar vantagem, como outras prefeituras das redondezas, Marabá viu um março R$ 28,656 milhões mais próspero que noutros carnavais.

O mês em que cresceu menos, abril, registrou faturamento 10,81% acima do período homônimo de 2021. Foram R$ 100,245 milhões neste abril contra R$ 90,468 milhões no do outro. No comparativo com base em 12 meses corridos, a Prefeitura de Marabá já enriqueceu quase R$ 150 milhões, tendo passado de R$ 1,085 bilhão para R$ 1,232 bilhão, crescimento harmonizado de 13,57%.

Hoje, a Prefeitura de Marabá é a 4ª mais rica do Pará, atrás dos governos de Belém, Parauapebas e Canaã dos Carajás; é a 8ª mais rica da Região Norte, batendo, inclusive, as administrações das capitais Rio Branco (AC) e Macapá (AP); e uma das 100 mais ricas do Brasil, superando capitais regionais importantes, como Campina Grande (PB), Cascavel (PR), Limeira (SP), Governador Valadares (MG), Chapecó (SC), Vitória da Conquista (BA) e Petrolina (PE).

Confira o faturamento líquido da Prefeitura de Marabá no primeiro quadrimestre

1º Quadrimestre de 2021

Janeiro: R$ 94.157.399,46

Fevereiro: R$ 80.901.838,86

Março: R$ 90.093.031,23

Abril: R$ 90.468.444,39

Total: R$ 355.620.713,94

1º Quadrimestre de 2022

Janeiro: R$ 119.022.304,47 (+26,41%)

Fevereiro: R$ 98.782.555,06 (+22,10%)

Março: R$ 118.748.700,17 (+31,81%)

Abril: R$ 100.244.667,43 (+10,81%)

Total: R$ 436.798.227,13 (+22,83%)

%d blogueiros gostam disto: