Parauapebas

Amigos de jovem assassinada em Parauapebas prestam homenagem na Câmara Municipal

Antes de iniciar a sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas, na última terça-feira (22), o presidente da Casa de Leis, Ivanaldo Braz (SDD), concedeu a palavra a amigos da …

Representantes da Pastoral da Juventude usaram a Tribuna da Câmara para prestar homenagemAntes de iniciar a sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas, na última terça-feira (22), o presidente da Casa de Leis, Ivanaldo Braz (SDD), concedeu a palavra a amigos da jovem Lorena Lima, 24 anos, que foi brutalmente assassinada com golpes de machado no domingo (20), na casa da mãe dela, no Bairro Altamira. Lorena, que era candidata a conselheira tutelar, também fazia parte da Pastoral da Juventude, integrava o Conselho Municipal da Juventude (Comjup) e contribuía com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Amigos de Lorena, que também fazem parte da Pastoral da Juventude, usaram a tribuna da Câmara Municipal para homenageá-la e pedir justiça.

A coordenadora da Campanha “Juventude quer Viver”, Elinete Fernandes, apresentou um breve relato da vida de Lorena. Informou que ela nasceu em Parauapebas e desde criança participava dos movimentos sociais na igreja. “Mulher, negra, mãe solteira, foi vítima de um mal que ela lutava para combater”, lamentou.

Elinete Fernandes também questionou: “Até quando ficaremos calados diante da morte? Quantas Lorenas iremos enterrar? Quantos sonhos serão interrompidos? Chega de violência e extermínio de jovens! Lorena vive presente em nossas vidas e em nossas lutas!”.

Protesto realizado em meio ao público da Sessão

Após o uso da tribuna, membros da Pastoral, Levante Popular da Juventude e do Comjup fizeram uma encenação no plenário da Câmara, em meio ao público, protestando contra a violência de que são vítimas as minorias étnicas, religiosas e sexuais, enfatizando o direito à vida. (ASCOM CMP)

Deixe seu comentário