Amazônia vence o Pedreira e conquista o acesso para à elite do futebol paraense e se garante na final da Segundinha

Um dos caçulas da Segundinha do Parazão venceu, por 2 a 0, com dois gols de Rafael Tanque
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

No início da temporada 2021, o Blog do Zé Dudu foi um dos primeiros meios de comunicação a divulgar a fundação de um novo clube do futebol paraense. Trata-se do Amazônia Independente Futebol Clube, que foi criado no dia de 7 de dezembro de 2020, na cidade de Santarém, oeste do estado. Sendo um dos times caçulas da Segundinha do Parazão, o Amazônia conseguiu seu objetivo e conquistou o acesso para à elite do futebol paraense e a vaga para a grande final da Segundinha do Parazão 2021.

A conquista do acesso veio em dois jogos diante do tradicional Pedreira da Ilha de Mosqueiro. No primeiro jogo das semifinais, as duas equipes ficaram no empate, em 1 a 1, no Estádio do Souza, em Belém. Na segunda partida, realizada na tarde deste domingo, 21, no CT da Desportiva, em Marituba, o Amazônia venceu o Gigante da Ilha, por 2 a 0, com dois gols do atacante Rafael Tanque.

“Obrigado mesmo aos amigos pelo apoio, fico muito honrado, sim, de receber as mensagens parabenizando pelo nosso acesso para à elite do Parazão. Tudo em um trabalho meio solitário nosso, de muita luta e persistência, mas a gente conseguiu com muito esforço e acreditando até o final nessa conquista do Amazônia. Muito obrigado”, afirmou Walter Lima, fundador do Amazônia Independente Futebol Clube.

Em uma campanha impecável, o Sapo Muiraquitã, mascote da equipe obteve dentro da Segundinha do Parazão, em 10 partidas, oito vitórias, um empate e apenas uma derrota, assinalando 18 gols e sofrendo cinco tentos, até as semifinais da competição estadual. O Amazônia vai aguardar o julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA), que será realizado nesta terça-feira, 23.

O julgamento será sobre o caso do lateral-esquerdo Henrique, do Parauapebas, que foi denunciado pelo São Raimundo, de Santarém, por ter sido escalado suspenso pelo terceiro cartão amarelo no jogo de volta das quartas de final da Segundinha do Parazão, quando o PFC venceu o Pantera, por 4 a 2, o Estádio Rosenão.

Com o seu acesso para à elite do Parazão 2022 confirmado, o Amazônia Independente Futebol Clube, fica aguardando o seu adversário da final da Segundinha que poderá ser contra três equipes: O Caeté, que já está classificado para a semifinal aguardando o Parauapebas, que avançou nas quatro linhas, ou o São Raimundo, denunciante do caso e que pode voltar a jogar a semifinal.

Por Fábio Relvas / Foto: Divulgação