Adolescente é apreendido e confessa ter matado duas pessoas em Breu Branco

O rapaz se mostrou frio e sem o menor remorso durante o depoimento à Polícia Civil, prestado na presença da mãe dele
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Dois crimes elucidados pela Polícia Civil em Breu Branco revelaram um autor frio, cruel, e sem arrependimento. Ele tem 16 anos de idade, mas já carrega no currículo dois homicídios que comoveram a população breuense.

A apreensão do adolescente foi anunciada pela Polícia Civil na manhã deste segunda-feira (2). Ele é acusado de ato infracional análogo ao de homicídio duplamente qualificado contra o morador José Moia de Sousa, de 75 anos.

O crime aconteceu na madrugada da sexta-feira, 28 de fevereiro, na Avenida Muniz Lopes, e causou clamor social pela maneira em que foi consumado: mediante vários golpes de faca contra um idoso, em via pública.

Uma intensa investigação começou logo após o crime, que foi gravado em vídeo e divulgado em redes sociais. “Os policiais civis de Breu Branco envidaram esforços investigativos e lograram êxito em identificar, qualificar e apreender o adolescente, que já confessou o ato infracional”, disse em nota a Polícia Civil.

Durante o depoimento do adolescente, na presença da mãe, dele, o acusado declarou que matou o idoso a facadas por ele ter se negado a lhe dar um cigarro. O menor foi apresentado imediatamente ao Ministério Público de Breu Branco, que já representou pela sua internação.

Também confessou a prática de um outro ato infracional análogo ao de homicídio qualificado ocorrido no mês de setembro de 2019, no Bairro Liberdade, também na cidade de Breu Branco, onde matou uma pessoa a pauladas.

(Antonio Barroso)

Publicidade