Zé Geraldo exige apuração de suposta fraude eleitoral em Parauapebas

Em nota enviada por sua Assessoria de Imprensa, o deputado federal Zé Geraldo, do PT, afirma ter havido fraude no segundo turno do PED do PT em Parauapebas realizado no …

Em nota enviada por sua Assessoria de Imprensa, o deputado federal Zé Geraldo, do PT, afirma ter havido fraude no segundo turno do PED do PT em Parauapebas realizado no último domingo, e cobra providências. Com 8.903 votos (50,4%) o deputado estadual Milton Zimmer foi eleito presidente do PT no Pará. Zé Geraldo obteve 8.776 votos (49,6%), uma diferença de 127 votos. Leia a nota do petista:

image“O Partido dos Trabalhadores – PT é o único partido do mundo que realiza, periodicamente, eleições diretas para a sua direção partidária em todos os níveis, numa importante demonstração de democracia direta e representativa.

O atual Processo de Eleições Diretas do PT (PED) foi coroado de êxito em todo país. No Estado do Pará, tanto no primeiro, quanto no segundo turnos, transcorreu normalmente, em todos os municípios. Por isso, na condição de candidato a Presidente do Diretório Regional do PT do Pará, nós exigimos a rigorosa apuração da denúncia de fraude no processo eleitoral do segundo turno, realizado no município de Parauapebas, uma vez que, na nossa avaliação, compromete o resultado do pleito, com a introdução artificial e irregular de mais de 400 votos, alterando o resultado e desrespeitando a vontade soberana do conjunto dos filiados paraenses que foram às urnas no último dia 24 de novembro.

Pelo depoimento de vários filiados e militantes do PT de Parauapebas, inclusive de um dos fundadores do PT do Pará e que foi Secretário Municipal por 8 anos, a hipótese mais provável é que o crime eleitoral tenha ocorrido mediante o seguinte “modus operandi”:

1. Foram instaladas 04 urnas, pró-forma, para que os eleitores que eventualmente comparecessem pudessem votar;

2. Estima-se que menos de trezentos filiados compareceram para votar no segundo turno. Não houve a mobilização e transporte de eleitores, à exemplo do primeiro turno, quando 03 candidatos disputaram a presidência municipal e votaram pouco mais de 600 filiados. Contudo, o resultado informado é de 714 votos para Milton Zimmer e 28 votos para Zé Geraldo, sem falar dos votos nulos e brancos.

3. As eleições foram encerradas as 17h00 e Parauapebas foi o primeiro município do Estado a anunciar o resultado, precisamente as 17h50, mesmo sem ter chegado a urna da zona rural. A hipótese é que sequer conferiram as poucas cédulas coletadas nas 04 urnas.

Caso seja necessária a judicialização da denúncia, vamos requerer ao delegado, que ficará responsável pelo caso, a reconstituição material do crime.

Ontem, dia 26 de novembro, representantes da nossa candidatura foram covardemente agredidos na Sede do PT de Parauapebas, pelos militantes conhecidos como Parazinho e Professor Pedro, quando foram entregar formalmente o Recurso à Comissão Organizadora Eleitoral (COE). Registraram ocorrência policial e esperamos que também este crime, de lesão corporal, seja apurado e punidos os responsáveis. Esta reação violenta, somada à negação do acesso à documentação das eleições reforça a suspeita de fraude, uma vez que, “quem não deve não teme”. Nossa solidariedade aos companheiros agredidos.

O prazo para que os municípios encaminhem a documentação das eleições para a Direção Regional do PT estende-se até esta sexta-feira. Temos recebido informações de que vários filiados estariam sendo visitados para assinar, de próprio punho e de forma retroativa, uma nova lista de votação, com a clara intenção de refazer e maquiar a documentação oficial.

Por isso, pedimos encarecidamente aos filiados do PT de Parauapebas, que eventualmente forem sendo procurados, para que NÃO ASSINEM A NOVA LISTA DE VOTAÇÃO DE FORMA RETORATIVA E QUE DENUNCIEM O FATO, contribuindo, assim, com a lisura do PED.

Por outro lado, em nosso nome, em nome da nossa tendência e de todas as forças políticas e lideranças que apoiaram a nossa candidatura, solicitamos à Comissão de Organização Eleitoral estadual que avoque para si a apuração destas denúncias, considerando que o Pleito é Estadual e que em Parauapebas perderam-se as condições de segurança e tranquilidade necessárias.

Finalmente, esperamos contar com o apoio de todos os dirigentes do PT do Pará e do Brasil para que seja garantida a rigorosa apuração destas denúncias e para que seja respeitada a vontade de todos os filiados que generosamente se dirigiram às urnas no domingo próximo passado, preservando a imagem do PT como um partido sério e estratégico para a luta dos trabalhadores.

Água Azul do Norte, 27 de novembro de 2013.

Atenciosamente,

Deputado Federal Zé Geraldo
Candidato a presidente do PT do Pará.

9 comentários em “Zé Geraldo exige apuração de suposta fraude eleitoral em Parauapebas

  1. Marinalza Responder

    Precisamos ressucitar Jim Jones, talves ele convença esses petistas a cometer suicídio coletivo. Depois a gente enterra eles em uma cova rasa.

  2. Politiqueiro Responder

    Será que agora o PT tá tão cobra criada que enrola até os membros da própria “família”?

  3. Pedro Responder

    É Zé Geraldo, reconheça a derrota e melhore sua atuação em benefício do povo que o elegeu. Parabéns ao Milton pela grande vitória!

  4. Maria Antônia Responder

    Engraçado que o grupo da Bernadete e Zé Geraldo não aceitam que perderam. Moro em Marabá e aqui Milton ganhou do Zé na terra da deputada. A Toinha, candidata a presidente do PT no município perdeu por apenas 2 votos para Bernadete. Isso mostra que eles não estão com essa força toda na região. Alôoo, acorda !

  5. Jamil Responder

    Foi vergonhosa e grosseira a fraude que fizeram em Parauapebas. Manchou o processo eleitoral do PT. O grupo do Parazinho é capaz de qualquer coisa para se dar bem. É deprimente ver o Milton compactuar com uma sujeira dessa.

  6. Fidel Responder

    e’ feio perder para um deputado estadual de primeiro mandato e vindo do inteior ,ne’ deputado federal. mas talvez nosso partido precisa sair do comando antiquado e centralizado na capital para crescer e voltar a governar o estado. pare de chorar homem,aceite a derrota,nao como derrota e sim como aprendizado.

  7. Robervaldo Vieira de Freitas Responder

    Coisa feia mesmo Zé Geraldo, não sabe perder, seria estranho se o Senhor tivesse tirado essa expressiva votação aqui no Município onde é Cidade do Deputado Milton. Sou filiado fiz parte da comissão eleitoral e pode ter certeza que não tem ninguém sendo visitado depois da eleição do 2º turno para assinar lista de votação, a documentação está no partido e a medida que a executiva Estadual solicitar tais documentos os mesmos serão entregues, tudo devidamente assinado, com ata de apuração e assinaturas da Executiva do Partido em Parauapebas e dos membros da Comissão de Organização Eleitoral. Muito me deixa surpreso que agora o Senhor vem aqui falar do Parazinho e do Professor Pedro, que são da comissão de organização Eleitoral e fiscais indicados por vossa senhoria e coordenadores de sua tendencia PTPV para acompanharem o processo Eleitoral. O que a Executiva de Parauapebas não aceitará é que capachos da Senhora Deputada Bernadete e do seu Esposo Luis Carlos venham aqui em Parauapebas querer tomar a força documentos internos para especularem em cima de um processo que foi limpo e transparente, conforme as documentações comprovam. Quer dizer que em PORTO DE MOZ com 171 filiados aptos, os 171 votaram no Senhor, não havendo um voto sequer branco ou nulo, bem como nenhum voto para o outro candidato Milton Zimmer. Aceita a derrota que dói menos Deputado Zé Geraldo, não venha o Senhor querer manchar a história e o nome do nosso Partido em Parauapebas e no Pará.

    Membros da Comissão de Organização Eleitoral:
    – Nilson Sousa Dias – Presidente Municipal
    – Gutemberg da Silva Bezerra – Secretário de Organização
    – Vandeilson dos Santos Carneiro – PT PRA VALER (COORDENADOR DA COMISSÃO ELEITORAL E FISCAL PELO) PT PRA VALER
    – Pedro Augusto Cavalcante Silva – MEMBRO DA COMISSÃO ELEITORAL E FISCAL)PT PRA VALER
    – Robervaldo Vieira de Freitas – ARTICULAÇÃO SOCIALISTA
    – Mesaque Mangabeira Barbosa – UNIDADE NA LUTA
    – Eduardo Salazar de Oliveira – PALMARES II
    – Maria do Livramento Araújo Rocha – DEMOCRACIA SOCIALISTA
    – Cleomy Lima Mota – MOVIMENTO SOCIALISTA

    Robervaldo Freitas – Membro da comissão de Organização Eleitoral PED 2013

Deixe seu comentário