Via lives: IFPA Conceição desenvolve Projeto “Por uma redação nota mil”

Durante as lives realizadas neste semestre, os candidatos do Enem puderam compreender a importância de aplicar corretamente as regras de redação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Quando o assunto é redação do Enem, os estudantes já ficam preocupados só de pensar no trabalho e na dificuldade em elaborar um bom texto para conseguir uma nota satisfatória. Afinal, a redação é muito importante para compor a nota final no Enem.

Quase todas as faculdades e universidades desconsideram o candidato que zera a redação ou que recebe uma pontuação inferior ao esperado. Por isso, sua preocupação é válida e a redação do Enem deve estar na sua grade de estudos, assim como qualquer outra disciplina. Muita gente é aprovada por conta da redação, mas infelizmente, muita gente deixa de ser aprovado no Enem justamente por conta de nota mais baixa nela.

Mais uma série de lives foi concretizada na noite desta quinta-feira (18/11) com a participação dos professores Danilo Barros, Giovany Mendes, Isaquia Franco, das intérpretes de Libras – Thaís Vanessa e Ruthelly Gomes e da jornalista do IFPA – Campus Conceição do Araguaia – Viviane Fialho Campos.

As intérpretes de Libras, parceiras do projeto, garantiram inclusão e acessibilidade à comunidade surda que também tem direito de aprender e dominar a arte de fazer uma boa redação, segundo os padrões exigidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador do Enem.

Toda a equipe faz parte do projeto de Extensão – “Por uma redação nota mil” que é ligado ao Centro de Idiomas do Campus e vem desenvolvendo desde o ano de 2020 várias lives dando o passo a passo para que o candidato possa alcançar a tão sonhada nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Durante as lives realizadas esse semestre, os candidatos puderam compreender através de aulas com a professora Isaquia Franco a importância de aplicar corretamente as regras de redação de acordo com o gênero textual, além de receberem dicas de como aprimorar a sua escrita.

Os candidatos viram que em vestibulares e processos seletivos, assim como no Enem, a redação dissertativo-argumentativa é a mais solicitada. Neste formato, o texto deve ter introdução, desenvolvimento (meio da redação) e conclusão. Além disso, o candidato precisa discorrer sobre um tema, deixando claro seu ponto de vista e comprovando-o com argumentos, como fatos, dados, citações e outros. Assim, apenas respeitar a estrutura e aplicar corretamente a língua portuguesa não basta. É preciso também demonstrar seus conhecimentos acerca do assunto e, sobretudo, coerência sobre o que é apresentado e defendido. Por isso é que, para fazer uma boa redação, várias habilidades são colocadas em xeque.

“A prova do Enem será realizada nos próximos domingos (21 e 28/11) e os candidatos que assistiram as lives vão largar na frente e alcançar êxito porque participaram desse projeto tão importante do Campus Conceição do Araguaia. Queremos avisar que esse projeto vai continuar em 2022 e esperamos ajudar cada vez mais não só nossos alunos, mas todos que queiram se dar bem na redação do Enem”, disse o coordenador do projeto – prof. Danilo Barros.

Segundo a professora Isaquia Franco, nos dois últimos dias que antecede o exame, ela estará respondendo dúvidas dos alunos quanto à redação que é o grande temor dos candidatos na hora de prestar o Enem. Para quem perdeu alguma aula da série de lives, confira o link da playlist do Canal do Manual do Enem no YouTube que segue: https://youtu.be/jMFtEN8xMEc