Usina de aço pretende montar centro de distribuição em Palmas para comercializar produtos Sinobras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Palmas poderá ter um centro distribuidor de vergalhões, fio­máquina, bobinas carretel, aramados de todo tipo e trefilados. A proposta foi feita ao Governo do Estado do Tocantins pelo Grupo Aço Cearense, que atua há mais de 30 anos no mercado siderúrgico brasileiro e no Tocantins desde 2006, por meio da Sinobras Florestal nos municípios de Araguatins e São Bento do Tocantins.

Segundo o diretor de Sustentabilidade da siderúrgica, Clayton Labes, “atualmente a produção de aço na Sinobras de Marabá é de 300 mil toneladas/ano, com um faturamento de mais de R$ 2,6 bilhões.” A usina tem capacidade para produzir até 800 mil toneladas/ano.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Eudoro Pedroza, garantiu: “Traga a distribuidora para cá, que aqui temos incentivo fiscal para vocês, mas não traga somente ela, traga uma indústria de processamento do aço também. Não queremos nada de vocês, a não ser emprego para os trabalhadores tocantinenses e que comprem insumos aqui”.