Ufra abre vestibular com 40 vagas para curso de Biologia em Parauapebas

Edital da Ufra foi anunciado no vapt-vupt, enquanto o da Uepa vem sendo alardeado há dois anos, mas ainda sem previsão de sair às ruas. Ufra também aguarda Inep liberar Enfermagem.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A capital do minério acaba de ganhar, pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), 40 vaga para o curso de licenciatura em Biologia a distância com ingresso a partir de 2021. Nesta quarta-feira (2), a instituição pioneira em cursos públicos e regulares em Parauapebas anunciou seu edital de vestibular, por meio do qual vai selecionar candidatos interessados a se graduar em uma das mais respeitadas universidades da Amazônia. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu.

De acordo com a Ufra, serão ofertadas vagas de Biologia também nos municípios de Barcarena, Juruti, Muaná, São Sebastião da Boa Vista e Tucumã. Elas desembarcam nessas cidades via Universidade Aberta do Brasil (UAB), programa que busca ampliar e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior, por meio do ensino a distância. Parauapebas já diplomou turmas de Biologia, por intermédio da UAB, em várias oportunidades pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

O cronograma de seleção para as novas turmas da Ufra não tem delongas. O período de solicitação de isenção de pagamento de taxa de inscrição vai do dia 10 a 15 deste mês e o período de inscrição, de 18 deste mês a 11 de janeiro. A taxa de inscrição é de R$ 35. Apesar de ter anunciado o processo seletivo no Diário Oficial da União (DOU), até o momento a Ufra não divulgou em seu site o Edital 15/2020 com mais detalhes sobre o vestibular e o calendário de aulas.

O Blog ressalta que o curso de licenciatura em Biologia é um dos que estão prometidos pela Universidade do Estado do Pará (Uepa) para o município, além de licenciatura em Matemática, licenciatura Intercultural Indígena e bacharelado em Desenvolvimento de Software. A Uepa trabalha com a expectativa de lotar turmas intervalares com 50 estudantes e planeja para março o início das aulas.

Enfermagem em trâmite

A Ufra também está no radar do Ministério da Educação (MEC) para possivelmente ofertar a graduação presencial em Enfermagem em Parauapebas. De acordo com o diretor do campus local, Luís Renan Oliveira, a instituição está aguardando a visita de avaliadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsáveis por chancelar a autorização de novos cursos superiores.

As visitas “in loco” do Inep foram suspensas durante boa parte do ano por conta das medidas de enfrentamento à pandemia de coronavírus, o que atrasou o andamento burocrático da processo para implantar Enfermagem no segundo mais rico município paraense. Segundo Renan, o novo curso segue sem data para autorização, ainda assim a expectativa é positiva.