Tucuruí: “Sapinho” é executado a tiros e mulher mata homem a facada

Os dois crimes aconteceram em menos de 24 horas. Uma das vítimas teria ligação com o tráfico de drogas e já tinha escapado de uma emboscada, na qual foi morta a companheira dele
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A cidade de Tucuruí, no sudeste do Pará, registrou dois crimes de homicídio em menos de 24 horas. Na noite de ontem (15), Bruno Serrão Furtado, que era conhecido como “Sapinho”, foi executado com cinco tiros no Bairro do Getat.

Segundo a Polícia Civil, “Sapinho” era figura ‘carimbada’ e já tinha sido preso várias vezes e teria ligação com o tráfico de drogas. Ainda segundo a polícia, fazia pouco tempo que ele tinha escapado de uma emboscada, na qual foi morta a companheira, que teria morrido em seu lugar.

Na tarde desta quarta-feira (16), por volta de 13 horas, uma mulher matou um homem a facada. O crime aconteceu perto da feira, na área central da cidade.

A vítima foi identificada como Antônio de Souza, de 46 anos. A mulher foi presa em flagrante pela Polícia Militar.

Segundo testemunhas, a mulher e a vítima estavam bebendo juntos, quando, por motivo desconhecido, se desentenderam e começaram a discutir. Após trocas de ofensas, a acusada se aproximou de Antônio, sacou uma faca e desferiu um golpe no pescoço dele, atingindo a veia jugular.

Populares ainda chamaram o Serviço Móvel de Urgência (Samu), mas ele morreu antes do socorro chegar. Segundo a Polícia Militar, Antônio era morador de rua e a mulher ainda não foi formalmente identificada.

(Tina Santos)

Publicidade