Tucuruí: Deficiente mental é brutalmente assassinada à facadas; PM prende matadores

O crime aconteceu na madrugada deste sábado (2). Logo em seguida, a PM realizou uma operação e prendeu todos os envolvidos na morte da jovem, que era conhecida como “Perereca”
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
PM agiu rápido e prendeu todos os envolvidos no crime

Continua depois da publicidade

A Polícia Militar agiu rápido e prendeu, na manhã deste sábado (2), seis homens envolvidos na morte da jovem de prenome Alessandra, que era deficiente mental e conhecida como “Perereca”. O crime aconteceu durante a madrugada, no Bairro do Getat, em Tucuruí, no sudeste do Pará.

De acordo com a Polícia Militar, um morador do bairro acionou a corporação após ouvir gritos e, aos olhar na rua, ver uma jovem jogada no chão, toda ensanguentada, e alguns homens correndo do local. Uma guarnição foi até o local e já encontrou a jovem morta com várias facadas.

Imediatamente se montou uma operação e foram realizadas diligências e os policiais conseguiram identificar e prender todos os seis envolvidos no crime. Dois deles ainda confessaram ter participado do assassinado de outra jovem, Geovana Silva, também morta a golpes de faca. O crime aconteceu no dia 7 de agosto deste ano, no cais da cidade.

Segundo informação, Alessandra vivia perambulando pelas ruas de Tucuruí. Uma testemunha informou à polícia que ela ainda teria tentando se livrar dos assassinos e correu, mas foi alcançada pelos criminosos, que a mataram de forma cruel. Todos os assassinos foram conduzidos e apresentados na 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, onde foram autuados em flagrante pelo crime.

Tina DeBord