Três municípios do sul e sudeste do Pará são alvos da “Operação Transformers” do Gaeco

A operação foi realizada nos municípios de Marabá, Xinguara, Ourilândia do Norte, Salinas, Itaituba e Belém. Envolvidos são acusados de participar de um esquema que fazia inserção de dados falsos no sistema do Detran e emitiam documentos irregulares
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Documentos foram apreendidos em seis municípios do Pará

Continua depois da publicidade

Na manhã desta quarta-feira (21), o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPPA, coordenado pela promotora de justiça Ana Maria Magalhães de Carvalho, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Inteligência e Segurança Institucional (GSI), coordenado pelo promotor de justiça Carlos Stilianidi Garcia, deflagrou a “Operação Transformers”. Foram cumpridos onze mandados de busca e apreensão domiciliar em seis municípios do Pará.

Os mandados foram cumpridos em endereços situados em Belém, Salinópolis, Itaituba, Marabá, Ourilândia do Norte e Xinguara. A Operação Transformers fundamenta-se em procedimento investigatório criminal instaurado no âmbito do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPPA), tendo contado com o apoio do Núcleo de Inteligência do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA).

O objetivo é investigar fatos ilícitos consistentes na clonagem de chassis de diversos veículos a partir da inserção de dados falsos nos sistemas informatizados do Detran, com a posterior emissão de documentos contendo informações falsas.

Segundo o MPPA, as condutas criminosas praticadas por servidores do Detran, lotados em municípios diferentes do estado, consistiram em inserir indevidamente nos sistemas informatizados do órgão de trânsito numerações de chassis de veículos fabricados e comercializados pela empresa Ford, os quais foram utilizados para expedir documentos que visavam a regularização de veículos de procedência ilícita, todos do modelo Toyota Hilux.

Tina DeBord – com informações do Gaeco

Foto: Gaeco/MPPA