Polícia

Três homens são presos em Pacajá por extração ilegal de madeira

Três homens foram presos em flagrante pela Polícia Civil quando praticavam extração ilegal de madeira, na zona rural do município de Pacajá. A ação, realizada pela Delegacia de Conflitos Agrários (Deca) de Marabá, foi na última quarta-feira, 17, mas divulgada somente hoje.

Foram presos José Ângelo da Cruz, Gilberto Martins da Silva e Emerson da Silva Machado, com quem foi encontrada uma enorme quantidade de madeiras cortadas e prontas para a comercialização. Entre as toras, as de castanheira, que está na lista das espécies ameaçadas de extinção e que são usadas para a construção de estradas e barragens e até para a criação de gado.

À frente da operação, o diretor da Deca, delegado W. Alexandre. Os policiais contaram que, ao receberem a denúncia de que havia homens armados numa determinada área, chegaram até uma localidade denominada “Vila do Irmão”, onde se depararam com o crime ambiental. 

Diante da situação, os policiais deram voz de prisão aos acusados, que irão responder pelas práticas dos crimes previstos nos artigos 45, 46 e 50 da Lei 9.605/98 (de crimes ambientais), bem como no art. 288 do Código Penal, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. 

Deixe seu comentário