Transtornado, homem ateia fogo em casa e aparece morto em Anapu

A mulher dele está completamente surpresa, diz que o marido nunca apresentou sinais de transtornos mentais ou psicológicos e que o casal vivia em harmonia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil em Anapu, no sudoeste paraense, investiga um incêndio criminoso seguido de suposto suicídio. O caso foi registrado na manhã de domingo (29), quando um homem resolveu atear fogo na própria casa. No imóvel estavam a esposa e uma filha de 10 anos de idade.

Aparentemente sem apresentar problemas psicológicos, José Élcio Cândido da Silva, morador da Avenida Oscar Dantes, no Bairro Alto Bonito, conhecido como Morro do Macaco tocou fogo no imóvel. “Não sei o que aconteceu com ele”, gritava a companheira do homem.

Segundo ela, cujo nome não foi divulgado, não havia motivação para Cândido fazer o que fez, já que o casal vivia em harmonia. A mulher contou que estava com a filha em outro cômodo da pequena casa de madeira quando percebeu fumaça dentro do imóvel.

O fogo se alastrou rapidamente e as duas conseguiram sair sem ferimentos. Cândido também saiu em direção ignorada. As chamas consumiram o imóvel e objetos da família, que pede ajuda da comunidade para refazer a vida.

Alguns minutos depois ele foi encontrado ensanguentado com ferimento na região torácica.

Uma faca artesanal confeccionada a partir de uma lima de afiar ferramenta cortante estava ao lado do corpo dele. Conduzido ao Hospital Público da cidade, ele não resistiu aos ferimentos e morreu ao chegar à casa de saúde. O caso é tratado pela Polícia Civil supostamente como suicídio.

(Antonio Barroso)

Publicidade