Traficante diz que é só usuário e que comprou estoque de maconha para a quarentena

Mais uma para a conta do novo coronavírus. Ele foi flagrado carregando um pacote da droga na cueca!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma equipe de patrulhamento em motos, do 23º Batalhão de Polícia Militar, de Parauapebas, prendeu na noite de ontem, 31 de julho, em flagrante delito, José Wilson dos Santos Santana, 44 anos, acusado de tráfico de drogas. Ele foi abordado na Rua Rio de Janeiro, Bairro Rio Verde. Ao ser revistado, a exemplo das cuecas de certos políticos, entupidas de dinheiro, a de Santana estava recheada de maconha. Em um dos bolsos, ele guardava R$ 226,00.

Sem ter muito o que explicar, ele foi conduzido para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde já é figura carimbada, para onde também foi levado um usuário que afirmou ter comprado maconha das mãos de José Wilson, mas foi liberado em seguida. Já o acusado, jura de pés juntos que o estoque era para consumo próprio.

Ouvido pela Reportagem do Blog, José Wilson disse que comprou o pacote de maconha por R$ 100,00, afirmou que a quantidade encontrada daria para produzir cerca de 200 cigarros da droga e que tudo seria consumido por ele, que fuma “uns 10 por dia”. “Comprei isso tudo para evitar sair de casa na quarentena”, alegou ele. Mais uma para a conta do novo coronavírus!

(Caetano Silva)

Publicidade