Suspeito de roubo é linchado na Vila Pajé, em Jacundá

Um áudio divulgado em aplicativo no dia 1º explica que o homem acusado de roubar motos foi preso por populares, amarrado e espancado até a morte
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O cadáver de um homem ainda não identificado pela Polícia Civil de Jacundá está na câmara fria do IML de Marabá desde o último sábado (2). O corpo foi encontrado às margens de um campo de futebol, localizado na comunidade rural Vila Pajé, a 60 quilômetros do centro urbano.

Um inquérito foi aberto pelo delegado Sérgio Máximo, titular da Depol de Jacundá. Segundo ele, o homem sofreu espancamento e ferimentos por objetos contundentes, o que teria provocado sua morte.

Um áudio divulgado em grupos de WhatsApp no dia 1º narra o que teria acontecido: Gente, tem um homem aqui amarrado. Ele é acusado de roubar motos. Os moradores pegaram ele [sic] e amarram. Bateram muito nele”, dizia uma pessoa não identificada.

Duas fotos também circularam nas redes sociais, onde o homem vestido com camisa vermelha, short jeans e blusão cor cinza aparece sentado próximo a um banco do campo de futebol. Ele aparenta estar ferido e sem forças para reagir. Foram as últimas imagens do suspeito com vida.

Na manhã seguinte o corpo foi encontrado próximo ao campo de futebol. Policiais civis e militares foram ao local na companhia do IML de Marabá para remover o cadáver. “Pedimos ajuda da população para identificar esse homem”, apela o delegado Sérgio Máximo.

Publicidade

Relacionados