Sociedade de Jacundá se mobiliza pela fundação da Apae no município

O prefeito Ismael Barbosa já se prontificou a doar um terreno para a construção da sede da entidade, cuja fundação já está nos trâmites iniciais
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

“Diante da necessidade de termos uma associação civil que promova ações de defesa dos direitos das pessoas com deficiência do nosso município, estamos iniciando os primeiros passos para fundação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais em Jacundá”. A afirmação é da coordenação da comissão provisória da entidade, que busca apoio para a instalação da instituição na cidade.

O grupo convida a sociedade local para participar da assembleia de criação, aprovação do estatuto e eleição da primeira diretoria, que acontece no próximo 28, a partir das 13h, na Loja Maçônica de Jacundá. “Todos estão convidados para iniciarmos esse projeto que atenderá muitas crianças que necessitam dos serviços a ser oferecidos”, conclama a coordenadora Marta Ribeiro.

Gessinael Reis, integrante da comissão provisória, explica que a iniciativa para instalar a entidade em solo jacundaense nasceu diante do número expressivo de crianças portadoras de alguma deficiência que não dispõe de assistência das mais diversas especialidades, desde a prevenção a reabilitação, com atenção especializada”.

Para instalar a Apae Jacundá, Anderson Alves, também da comissão, disse que o primeiro passo é a realização de uma assembleia geral, que acontecerá no dia 28 de janeiro. O segundo é a aquisição de um terreno. “Nos reunimos como gestor municipal Ismael Barbosa, os vereadores e secretários, onde mostramos a importância da Apae em nosso município. O prefeito demonstrou total apoio, inclusive, se prontificou em doar o terreno”.

À Reportagem, o prefeito Ismael Barbosa ratificou a intenção de doar o terreno. “Já determinei à minha equipe que identifique uma área apropriada para construir a Apae Jacundá. Em seguida iremos encaminhar projeto de lei à Câmara Municipal para que aprove a doação do terreno. Esse projeto beneficiará muitas crianças que precisam dessa assistência”.

Participaram da reunião, que aconteceu na manhã de quarta-feira (22), no gabinete do prefeito, a coordenação da comissão provisória Apae Jacundá, composta por Marta Ribeiro, Gessynael Reis, Anderson Alves e Nayara Ferreira; os vereadores Lindomar Marinho, Clayton Guimarães e Daniel Siqueira; e a secretária de Assistência, Valkíria Vale, entre outros.

Publicidade