Servidores públicos de Parauapebas têm salário médio maior que 25 capitais

Por enquanto, mas só por enquanto, Brasília (R$ 9.098) e Campo Grande (R$ 7.740) superam salários pagos ao funcionalismo da Capital do Minério, que é turbinado por aumentos à la Darci
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Se Parauapebas fosse uma capital, seu funcionalismo público municipal seria o 3º mais bem pago no confronto com as 27 capitais brasileiras. Apenas Brasília (DF) e Campo Grande (MS) teriam servidores com contracheques, em média, mais gordos que o dos 11.500 trabalhadores do serviço público da Capital do Minério. No Brasil, a média salarial dos servidores públicos municipais é de R$ 3.275,15 — e a de Parauapebas é mais que o dobro.

As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu, que mergulhou no submundo dos dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) para matar uma curiosidade que até mesmo a administração de Parauapebas tem: seu salário médio é, realmente, o maior do Pará? Qual a posição do salário médio do servidor municipal no Brasil?

As respostas para as dúvidas estão nos salários pagos ao longo de 2020, que seguem sendo os mesmos de 2021 em razão de uma lei complementar (a LC 173/2020) que congelou os salários do funcionalismo até o derradeiro dia deste ano.

Em primeiro lugar, sim: a média salarial paga aos servidores municipais de Parauapebas é a maior do Pará. Entendem-se por servidores públicos municipais os da Prefeitura de Parauapebas, do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaep) e da Câmara de Vereadores. Com média de remuneração — soma de todos os valores pagos com despesa de pessoal dividida pela quantidade de servidores — em R$ 6.987, não há município algum do estado que “esbarre” a cidade que cresceu à sombra e à água fresca da indústria extrativa mineral.

Até os empregados da mineradora multinacional Vale, que ganhavam uma vez e meia mais que os servidores públicos até por volta de 2010, hoje recebem — com participação de lucro e tudo — uma média que, no frigir dos ovos, é metade da dos servidores. Reajustes salariais generosos patrocinados particularmente pelo prefeito Darci Lermen, que está no quarto mandato, ajudaram a empurrar o funcionalismo de Parauapebas ao topo nacional.

8º maior média do Brasil

Em Parauapebas, de acordo com a Rais, cada segmento do serviço público tem sua própria média salarial. Os servidores da Câmara, por exemplo, são mais bem pagos que os da Prefeitura de Parauapebas. A média do parlamento é de R$ 8.612, enquanto a da prefeitura é de R$ 6.453. No Saaep, que é uma autarquia sob controle da prefeitura, a média é de R$ 3.009. Mas todos os servidores públicos municipais juntos conseguem derrotar o funcionalismo de 25 das 27 capitais brasileiras, inclusive daquelas com os mais elevados indicadores de desenvolvimento humano, como Florianópolis (R$ 6.132), Vitória (R$ 3.628), São Paulo (R$ 6.138), Curitiba (R$ 5.471), Porto Alegre (R$ 6.682) e Belo Horizonte (R$ 4.586).

Só em Brasília (R$ 9.098) e Campo Grande (R$ 7.740) ganha-se, em média, mais dinheiro para desempenhar funções equivalentes. Mas isso por enquanto porque em nenhuma das capitais, nem mesmo nessas duas, as remunerações pagas aos servidores crescem tanto quanto em Parauapebas, onde a administração local acaba de anunciar e passar na Câmara um aumento salarial da ordem de 14,3%, além do reajuste no vale-alimentação que aumentou de R$ 153 (no caso dos servidores do Executivo) a R$ 200 (no caso dos servidores do Legislativo).

No Brasil, entre os 5.570 municípios, os salários pagos pela administração de Parauapebas são o 8º mais alto do país. Inclusive, cargos equivalentes no serviço público federal pagam menos. No caso de Brasília, não existem servidores municipais, pelo fato de a cidade não ter prefeitura, mas somente servidores distritais ou federais.

Confira o ranking dos municípios que pagam os maiores salários médios no Brasil!

20 MAIORES CONTRACHEQUES DE SERVIDORES MUNICIPAIS

1º Alves Machado (SP) — R$ 9.764

2º Paulínia (SP) — R$ 9.638

3º Franca (SP) — R$ 9.512

4º Ijuí (RS) — R$ 7.790

5º Campo Grande (MS) — R$ 7.740

6º Jacarezinho (PR) — R$ 7.838

7º Três de Maio (RS) — R$ 7.514

8º Parauapebas (PA) — R$ 6.987

9º Campinas (SP) — R$ 6.983

10º Bertioga (SP) — R$ 6.821

11º Porto Alegre (RS) — R$ 6.682

12º Guarujá (SP) — R$ 6.613

SALÁRIOS MÉDIOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DAS CAPITAIS

1º Campo Grande (MS) — R$ 7.740

2º Porto Alegre (RS) — R$ 6.682,60

3º São Paulo (SP) — R$ 6.138,32

4º Florianópolis (SC) — R$ 6.132,24

5º Rio de Janeiro (RJ) — R$ 6.094,98

6º Curitiba (PR) — R$ 5.471,30

7º Palmas (TO) — R$ 5.425,00

8º Fortaleza (CE) — R$ 5.040,72

9º Salvador (BA) — R$ 4.883,50

10º Teresina (PI) — R$ 4.657,21

11º Belo Horizonte (MG) — R$ 4.585,99

12º Aracaju (SE) — R$ 4.538,09

13º Recife (PE) — R$ 4.310,16

14º Manaus (AM) — R$ 4.274,22

15º Porto Velho (RO) — R$ 4.192,23

16º Goiânia (GO) — R$ 4.171,03

17º Maceió (AL) — R$ 4.021,49

18º Cuiabá (MT) — R$ 3.705,99

19º Vitória (ES) — R$ 3.627,95

20º Natal (RN) — R$ 3.612,05

21º Belém (PA) — R$ 3.509,78

22º Macapá (AP) — R$ 3.399,44

23º São Luís (MA) — R$ 3.319,29

24º Rio Branco (AC) — R$ 3.312,43

25º Boa Vista (RR) — R$ 3.037,14

26º João Pessoa (PB) — R$ 2.655,38

— Brasília (DF) — R$ 9.09,79 (servidores distritais e federais)

1 comentário em “Servidores públicos de Parauapebas têm salário médio maior que 25 capitais

  1. Evaldo Coelho Responder

    E quando você, vai a um departamento municipal, para ser atendido por esses funcionários, e uma falta de vontade total. A maioria, não merecia ganhar nem a metade do salário que recebem. O município, não irá sustentar por muito tempo esses salários, altíssimos. Já a população, padece com falta de saneamento, educação de qualidade e uma saúde péssima. Lamentável. Mais o povo, tem os políticos que merece.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: