Santana do Araguaia: Operação da PC prende casal e apreende drogas, armas e munições

A operação foi realizada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (27). Foram apreendidos quatro tabletes de maconha, totalizando 4,1kg, além de 70 comprimidos de ecstasy e um revólver calibre 38 com sete munições intactas e uma já deflagrada
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma equipe da Delegacia de Polícia Civil de Santana do Araguaia, no sul do Pará, realizou uma operação nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (27) contra o tráfico de drogas. Na operação foram apreendidos quatro tabletes de maconha, totalizando 4,1kg, além de 70 comprimidos de ecstasy e um revólver calibre 38 com sete munições intactas e uma já deflagrada.

A operação foi comandada pelo delegado Diego Máximo, titular da Delegacia de Santana do Araguaia. Segundo o delegado, há várias semanas que a equipe vinha monitorando um homem, identificado apenas pelo prenome de Matias, de 20 anos de idade, suspeito de estar comercializando droga no município.

Na quinta-feira (22) da semana passada, os policiais conseguiram obter informações mais precisas sobre a atuação do suspeito na atividade criminosa. Com isso, ciente de que o investigado traria a droga de Redenção, também no sul do estado, em um veículo Fiat Uno, cor vinho, foi montada a operação para prendê-lo.

De acordo com o delegado, após a realização de diversos monitoramentos e patrulhamentos, a equipe conseguiu localizá-lo e, por volta das 23h desta segunda-feira (26), se iniciou os preparativos para a ação. O acusado estava em uma residência, localizada no Bairro Seringal 2, em Santana do Araguaia.

Os policiais tiveram que encostar a viatura rente ao muro e, de cima do camburão, darem voz de comando para que Matias e a companheira dele, de prenome Vitória, de 21 anos, saíssem da casa. Uma vez rendidos, um dos policiais pulou o muro e, enquanto o outro fazia a contenção de cima da viatura, abriu o portão para a entrada da equipe.

No local foi encontrado o Fiat Uno, de placa BLZ-5646, que foi apreendido. Na residência foram encontradas as drogas e a arma de fogo municiada, assim como embalagens plásticas, papel alumínio, R$325,00 em notas pequenas, um roteador de internet e três celulares, que também foram apreendidos.

De acordo com o delegado, a ação imediata foi necessária uma vez que a investigação indicava que o indivíduo passaria a noite fracionando e embalando a droga para que todo o material fosse distribuído ainda durante a madrugada. A ação, que contou inclusive com um drone que ajudou na localização do acusado, teve início por volta de meia noite e encerrou às 4h.

Ninguém ficou ferido na ação. Os presos foram autuados por tráfico de drogas (art. 33, caput, da Lei 11.343/06) e associação para o tráfico (art. 35, caput, da Lei 11.343/06), ambos com causa de aumento pela utilização de arma de fogo (art. 40, inciso IV, da Lei 11.343/06).

Matias também foi autuado pelo delito de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido (art. 14, caput, da Lei 10.826/03). Segundo Diego Máximo, ele já possui antecedentes criminais por porte de drogas para consumo pessoal e Vitória por tráfico de drogas, além de porte para consumo pessoal.

As investigações continuam para identificar e qualificar aonde e com quem a droga foi obtida e a quem seria distribuída. “Isso mostra o empenho da Polícia Civil no combate ao crime no estado”, pontua o delegado, lembrando que na semana passada foram apreendidos quase oito quilos de entorpecentes, também em Santana do Araguaia, com uma adolescente de 14 anos, que foi aliciada para trazer a droga do Mato Grosso para o município.

“Ações como essa servem não só para combater o tráfico, mas também trazer tranquilidade para o povo paraense e mostra que os órgãos de segurança trabalham diuturnamente no enfretamento à criminalidade”, acrescentou o delegado. 

Tina DeBord

Foto: Polícia Civil