Remo perde para o Avaí na Ressacada em jogo atrasado pela quinta rodada da Série B

O Leão Azul sofreu um gol de pênalti na reta final de jogo e agora encara o CSA (AL) no Baenão
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo voltou a perder pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando na noite desta quarta-feira (28), o Leão Azul caiu para o Avaí (SC), por 1 a 0, no Estádio Aderbal Ramos da Silva, a Ressacada, em Florianópolis, partida atrasada da quinta rodada da competição nacional. Com o resultado, o Remo permanece na 13ª posição, com 16 pontos, enquanto que o Avaí chegou ao G4, ocupando a terceira colocação, com 25 pontos.

O único gol da partida foi marcado no segundo tempo de jogo. Iury tentou cruzar na área e a bola bateu na mão do lateral-esquerdo Igor Fernandes, o árbitro não titubeou e assinalou pênalti para os donos da casa. Júnior Dutra cobrou forte no alto, o goleiro Vinícius foi, mas não alcançou, aos 34 minutos.

O Clube do Remo volta a campo diante do CSA (AL), no próximo domingo (1°), às 18h15, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém, partida que será válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O jogo: Duelo de Leões!

O Avaí chegou bem pelo lado esquerdo com João Lucas, que chutou cruzado e a zaga do Remo conseguiu cortar o perigo. Em mais uma jogada pela esquerda, João Lucas cruzou para o meio e Renato furou na hora da finalização. O Leão de Santa Catarina teve a chance em uma cobrança de falta de Diego Renan, a bola foi forte para o gol, mas o goleiro Vinícius defendeu bem para o Remo.

O time da casa tentava encurralar a equipe paraense. Renato tocou para Vinícius Leite, que emendou um chute forte por cima da meta azulina. Em mais uma tentativa do Avaí, Valdívia entrou livre e chutou para uma grande defesa do goleiro Vinícius. O atacante Vinícius Leite cruzou e o goleiro Vinícius salvou de soco. Que sufoco na área remista. O Remo finalmente atacou, quando Felipe Gedoz cobrou escanteio curto para Erick Flores, que cruzou e Victor Andrade cabeceou para fora.

Após o susto, o Avaí voltou ao ataque com João Lucas, que arriscou de fora da área e parou na grande defesa do goleiro Vinícius. No lance seguinte, Valdívia cruzou e Vinícius Leite marcou de cabeça para o time de Santa Catarina, mas a arbitragem paralisou e marcou falta do atacante em cima do lateral-direito Thiago Ennes. O Leão Azul teve uma chance com Erick Flores, que arriscou de fora da área e mandou pela linha de fundo.

Em outra tentativa azulina, Matheus Oliveira tocou para Arthur dentro da área, que rolou para o chute de Felipe Gedoz, a zaga conseguiu cortar para escanteio. O time catarinense ganhou uma disputa de bola no ataque, Renato rolou para o chute de Bruno Silva, que acabou isolando a redonda. No segundo tempo, o Remo teve a primeira chance com Felipe Gedoz, que dentro da área fez a jogada e chutou rasteiro para defesa do goleiro Gledson.

O Avaí deu o troco com Valdívia, que recebeu dentro da área e chutou forte para a grande defesa do goleiro Vinícius. Os azulinos pediram pênalti, quando Felipe Gedoz se livrou da marcação e caiu dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Em uma tentativa pela direita, Wesley Soares cruzou e Renato furou novamente perdendo uma chance de ouro para a equipe da casa.

O Remo chegou a marcar, quando Dioguinho recebeu passe na direita e chutou para o fundo do barbante, mas a arbitragem marcou impedimento e mostrou cartão amarelo para o atacante remista, aos 29 minutos. O Avaí pressionou. Júnior Dutra recebeu na área e finalizou, o goleiro Vinícius salvou, na volta Renato rolou para o chute do mesmo Júnior Dutra, que finalizou por cima da meta do goleiro Vinícius.

O Leão da Ilha chegou ao seu gol. Iury tentou o cruzamento e a bola bateu na mão do lateral-esquerdo Igor Fernandes dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Júnior Dutra cobrou forte e no alto, o goleiro Vinícius foi e não alcançou, aos 34 minutos, 1 a 0. Placar final: Avaí 1 x 0 Remo.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ: Gledson; Diego Renan, Rafael Pereira, Betão e João Lucas (Iury); Bruno Silva, Marcos Serrato (Wesley Soares) e Valdívia (Júnior Dutra); Copete, Renato (Gustavo Modesto) e Vinícius Leite (Jean Cléber). Técnico: Claudinei Oliveira

REMO: Vinícius; Thiago Ennes (Wellington Silva), Romércio, Kevem e Igor Fernandes; Anderson Uchôa, Arthur (Renan Gorne) e Felipe Gedoz; Matheus Oliveira (Dioguinho), Erick Flores (Wallace) e Victor Andrade (Lucas Tocantins). Técnico: Felipe Conceição

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA)

Assistente 1: Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA)

Assistente 2: Daniella Coutinho Pinto (BA)

Quarto árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC)

Cartões amarelos: Diego Renan e Bruno Silva (Avaí); Romércio, Dioguinho e Wellington Silva (Remo)

Gol: Júnior Dutra, de pênalti, aos 34 minutos do 2° tempo

Local: Estádio Aderbal Ramos da Silva, a Ressacada, em Florianópolis

Por Fábio Relvas / Foto: Samara Miranda