Receita Federal: arrecadação no Pará fica em torno de 827 milhões em julho

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Impostos LeãoA arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela Receita Federal do Brasil – RFB, no Pará, atingiu o montante de R$ 827,9 milhões em julho de 2014, contra 760,8 milhões em julho de 2013, isso representa um crescimento nominal de 8,82% e real de 2,17%.

Já a participação do Pará na composição da arrecadação da 2ª RF, que é composta pelos estados do norte, exceto o Tocantins, foi de 34,43% no mês de julho/2104, enquanto que em julho/2013 essa participação ficou em 32,40%.

A arrecadação dos impostos e contribuições federais, na 2ª Região Fiscal, totalizou o montante de R$ 2,4 bilhões em julho de 2014, contra R$ 2,3 bilhões de igual período de 2013, registrando uma expansão nominal de 2,43% e real de -3,83%.

A participação da 2ª RF na arrecadação Brasil foi de 2,61% no mês de julho/2014, enquanto em julho/2013 essa participação ficou em 2,65%. Já no período acumulado de jan/jul/14, na composição da arrecadação Brasil, a participação da 2ª RF situou-se em 2,67%, contra 2,55% no mesmo período de 2013, representando um crescimento nominal de 10,44% e real de 4,05%.

Composição da arrecadação

Por tributo

Desse total, as maiores arrecadações, no estado, ficaram por conta das receitas previdenciárias (R$ 395.9 milhões), do COFINS (100 milhões) e do Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica (R$ 98,3 milhões).

O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), também contribuíram positivamente para o resultado. O primeiro arrecadou em julho R$ 30 milhões e a segunda, R$ 58,2 milhões.

Por Unidade da Receita Federal

A jurisdição da Delegacia da Receita Federal em Belém foi responsável por R$ 577,7 milhões, do valor total arrecadado no Pará. Já a arrecadação da Delegacia da Receita Federal em Marabá atingiu o montante de R$ 130,5 milhões em julho deste ano. Por sua vez, a Delegacia da Receita Federal em Santarém arrecadou R$ 104 milhões, no mesmo período. Para fechar a conta, as Alfândegas do Porto e do Aeroporto de Belém arrecadaram, respectivamente, R$ 14,4 milhões e R$ 1,1 milhão, no mês passado.

Publicidade