Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Coluna

Profissão: estudante. Exercícios físicos obrigatórios!

Você leva uma vida sedentária? Acompanhe as importantes dicas da personal trainer Patrícia Alessi e altere seu corpo e sua mente.
Continua depois da publicidade

Quem nunca ouviu falar a seguinte frase: Você trabalha com o que? A outra pessoa responde: sou estudante. Para a pessoa que fez a pergunta fica na cabeça aquele pensamento ‘Estudante, ou seja, não faz nada e tem a vida boa’. Quem já passou por essa situação ou já presenciou, mal sabe que estudar é uma das tarefas mais difíceis atualmente por vários motivos, principalmente depois que terminou o ensino médio;

Não ter um “emprego” e ganhar seu próprio dinheiro, muitas vezes uma “vida social” diferente dos demais amigos (deixar de frequentar vários locais por se dedicar aos estudos aos finais de semana). Tudo em busca de um objetivo: Qualificação profissional.

Para contar um pouco da sua história, trago minha aluna de treinamento personalizado em grupo, Gislayne Farias Valente, de 30 anos. Ela é engenheira agrônoma e atualmente está na reta final do mestrado (especialização na sua área de trabalho).

Gislayne começou a se exercitar para cuidar da saúde física e mental. “Atualmente estou inserida em um programa de mestrado, o qual exige muito esforço físico e mental. Muitos não sabem, mas a escolha pela carreira na ciência é algo que exige muito de você em todos os sentidos, ao ponto de ter que se distanciar de familiares e amigos e se dedicar inteiramente a carreira”.

Todos esses fatores contribuíram para que o estresse, excesso de auto cobrança levassem Gislayne a ter uma vida pouco saudável. Para tentar aliviar toda essa tensão causada pela dedicação aos estudos, Gislayne sempre recebeu conselhos dos seus professores, amigos e familiares para buscar atividades para se distrair.

“Em meio a isso, resolvi tentar algo diferente e resolvi entrar na academia, coisa que eu julgava como “perda tempo”, mas acabei descobrindo um mundo novo. Eu encontrei nos exercícios físicos uma nova qualidade de vida, onde consegui anular toda essa carga e o stress e tensão que eu tinha. Foi algo que eu me dediquei e obtive bons resultados na minha qualidade de vida”, comenta Gislayne.

 

A mudança não aconteceu somente na saúde mental de Gislayne. Os benefícios dos exercícios físicos em 4 meses de treino regular, estão sendo percebidos na parte física também. Gislayne comenta que seu corpo mudou muito, as pernas, os braços, a barriga diminuíram. Todas as suas roupas estão folgadas, afirma Gislayne.

Além de entrar para a academia, Gislayne mudou sua alimentação. Ela comenta que tirou tudo que fazia mal, agora ela evita comer alimentos industrializados e alguns alimentos ela come em pequenas quantidades.

As atividades que Gislayne pratica são treinos funcionais, corrida e agora ela está iniciando no CrossFit. “Primeiramente, é importante você procurar um espaço onde você se sinta bem, cercado de profissionais que realmente te ajudem. Esses dois pontos foram importantes para que eu continuasse a progredir. Ninguém me prometeu resultados milagrosos em pouco tempo, pelo contrário, quando busquei acompanhamento eu ouvi verdades e tirei dúvidas e com isso não fiquei frustrada e assim sigo treinando satisfatoriamente. Geralmente eu gosto de correr de 6 a 7km na esteira pela manhã e a tarde eu faço treinos funcionais e agora estou começando a fazer CrossFit. Não faço nada que vá além da minha capacidade física, mas enquanto eu tiver energia acumulada eu estou na academia fazendo alguma coisa”, comenta Gislayne.

Para finalizar, o recado que Gislayne deixa nessa semana: “É importante verificar quais são seus objetivos para sua vida. Quem você quer ser daqui há alguns anos. Eu decidi que teria qualidade de vida e comecei a traçar metas que não exigem de mim mais do que eu possa me dedicar. Pelo contrário, toda minha dedicação, quando se trata de ter uma vida saudável, é prazerosa”.

Eu decidi trazer a experiência da Gislayne para mostrar o quanto é difícil estudar e buscar se qualificar para o mercado de trabalho. O que é mais difícil ainda é fazer com que as pessoas mudem seus hábitos. Dar o primeiro passo, para muitas pessoas ainda é difícil.

Para que isso aconteça, você que está lendo e ainda não começou a se preocupar com sua saúde, você não precisa mais de informações, a partir de hoje, precisa de mais ação, precisa de disciplina para começar!

Tem alguma dúvida? Alguma sugestão? Deixe nos comentários abaixo ou mande uma mensagem no meu WhatsApp (94) 99240 3589 que eu te respondo!

Agradeço a participação da Gislayne na coluna dessa semana e deixo minha admiração pela coragem de fazer o mestrado, pois existem várias barreiras e grandes obstáculos que nos impedem de concluir nossos objetivos. Sucesso!

Ótima semana de treinos a todos!

Seja o primeiro a escrever um comentário

Deixe uma resposta