PRF lança campanha “Estrada Solidária” para arrecadar alimentos às pessoas carentes

Os alimentos arrecadados serão doados às pessoas em vulnerabilidade social, que vivem em situação ainda mais difícil por conta da pandemia do novo coronavírus. Os alimentos não perecíveis podem ser doados em todas as unidades da PRF em todo o País
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou a campanha “Estrada Solidária”, que pretende formar uma rede de apoio em todo o país. O objetivo da ação, que teve início no dia 30 de junho e se estenderá até o dia 8 de agosto, é arrecadar alimentos para doar às pessoas em situação de vulnerabilidade e que estão em situação ainda mais difícil por conta da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a PRF, qualquer pessoa ou empresa pode ajudar na campanha doando alimentos não-perecíveis. Os pontos de coleta são as unidades da PRF em todos os estados e no Distrito Federal, incluído postos, delegacias e superintendências.

Todos os alimentos arrecadados serão entregues às entidades cadastradas no Programa “Pátria Voluntária”, que é uma rede de voluntariado para unir quem quer colaborar com quem precisa de ajuda e é vinculado ao Ministério da Cidadania. Em uma cerimônia prevista para o dia 18 de agosto, haverá a divulgação da quantidade de alimentos arrecadados e entregas simbólicas.

Na ocasião, será comemorado o aniversário de 93 anos da PRF, completados dia 24 de julho. No Pará, as doações poderão ser entregues nos postos da PRF em Benevides, Castanhal, Santa Maria do Pará, Capanema, Boa Vista do Gurupi, Ipixuna do Pará, Dom Eliseu, Marabá, Santarém, Altamira e na sede da Superintendência em Belém.

Podem ser doados alimentos não perecíveis como arroz, feijão, óleo, farinha, macarrão e demais gêneros alimentícios (exceto sal).

Tina DeBord