Parauapebas

Presidente do PSDB de Parauapebas avalia desistência de Faisal: "algo assim era esperado", diz Zé Rinaldo

Eu poderia dizer que a notícia da desistência de Faisal Salmen (PSDB) em concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de Parauapebas provocou um cataclismo na política da cidade. Que …

Eu poderia dizer que a notícia da desistência de Faisal Salmen (PSDB) em concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de Parauapebas provocou um cataclismo na política da cidade. Que virgens imolaram a castidade pelas ruas da Medina. Que suicidas rituais explodiram-se da Cidade Nova ao Bairro da Paz. Que o desespero tomou conta dos moradores do burgo e que todos invocaram Alá, o Grande, o Misericordioso, para que os protegessem de tão grande tragédia.

Ocorre que nada disso aconteceu!

A renúncia é apenas o desdobramento lógico da rota de colisão traçada pelo próprio Faisal em relação à direção do PSDB, desde as eleições de 2010 e foi encarada com naturalidade pela direção do PSDB.

Vejam bem.

Depois de fechar acordo para apoiar o deputado federal Wandenkolk Gonçalves, nas eleições gerais de dois anos atrás, Faisal acabou costurando acordo com Nilson Pinto. Passadas as eleições, Wandenkolk assumiu a coordenação do PSDB em toda a região de Carajás e, claro, destituiu Faisal da presidência do PSDB em Parauapebas, colocando em seu lugar José Rinaldo. Além de reduzir a influência de Faisal no partido, Wandenkolk, acertadamente, acenou com uma possível oxigenação do ninho tucano.
Faisal jamais engoliu a decisão.

Acredito que a coligação com o PSD, de Valmir da Integral, visando as eleições deste ano, tornou a coisa ainda mais difícil para o ex-prefeito, ex-secretário municipal, ex-deputado e ex-marido de Bel Mesquita.

Sem espaço na campanha, Faisal provavelmente calculou que menos espaço teria em um hipotético governo de Valmir. Antes de renunciar o ex-candidato ameaçou deixar a legenda. Foi avisado que o PSDB pediria imediatamente o mandato com base no estatuto da fidelidade partidária. A renúncia seria a forma de Faisal mostrar-se imprescindível à campanha de Valmir.

Criada a crise, Faisal esperava uma corrida desesperada de lideranças para demovê-lo da decisão. E isso não aconteceu!

Ao contrário. Conversei pela manhã com Zé Rinaldo (na foto acima) e outros dois líderes tucanos. Todos mostraram muita serenidade ao comentar o assunto.

Como sempre cortês e educado, Zé Rinaldo mostrou-se resignado com a decisão de agora ex-candidato. Concorda que os estimados 2.400 votos que Faisal traria farão falta ao PSDB. “Todo voto a menos faz falta”, disse. Segundo ele, esta possibilidade já vinha sendo avaliada pela direção dos tucanos há bastante tempo e não chegou a ser surpreendente. “Era algo mais ou menos esperado. Ainda bem que foi no início da campanha”, disse.

Mas, Zé Rinaldo formula uma avaliação positiva do episódio e baseia-se em três motivos:

Em primeiro lugar, a renúncia aconteceu no início da campanha, dando tempo para que a coligação reordene sua estratégia e estabeleça novas metas.

Em segundo lugar, a saída de Faisal dá novo ânimo aos candidatos do PSDB, na medida em que todos (ou quase todos) podem pleitear uma vaga e sair à cata dos “órfãos” e “viúvas” de Faisal.

Em terceiro lugar, a desistência de Faisal não implica na transferência do ex-candidato de “mala e cuia” para a candidatura de Coutinho. Além disso, ataques vindos de Faisal sempre parecerão expressões de “rancor”.

Parece-me a forma educada de dizer “vá em paz”!

Zé Rinaldo, na forma direta que lhe é peculiar, não deixa de reconhecer que existem problemas na campanha de Valmir, como de resto todas as candidaturas os têm.

Mas, argumenta que “mesmo com problemas, Valmir segue com mais que o dobro de intenções de voto em relação ao segundo colocado. Então, a campanha não pode estar tão ruim assim”.

Confesso que esperava uma certa arrogância entre os tucanos. Afinal, na última pesquisa que se tem notícia, o candidato à prefeito tinha mais de 40% das intenções de voto. Mas, aqueles com quem conversei hoje mostraram uma curiosa lucidez. Sabem que estão na frente, mas dizem que a campanha será duríssima e que será sempre difícil derrotar uma aliança formada por PT e PMDB. Diria que percebi um otimismo sob controle. Não sei se o mesmo espírito move os outros membros da direção da campanha de Valmir, mas deveria ser.

Como se sabe, ” resultado de eleição e mineração, só depois da apuração”.

Por Wilson Rebelo

15 comentários em “Presidente do PSDB de Parauapebas avalia desistência de Faisal: "algo assim era esperado", diz Zé Rinaldo

  1. Anônimo Responder

    “Colisão” significa “choque”, “batida”.

    Ex.: Houve uma colisão muito forte entre os carros no trânsito.

    “Coalizão” significa “acordo, aliança”.

    Ex.: Em busca de coalizão, os governos se encontraram.

  2. Nome (obrigatório) Responder

    kkkkk…esse tô de olho tá de brincadeira…30 milhões em palco…kkkkkk…dá pra ver que tipo de eleitor tem o tal velhinho, desorientado que nem ele…franca vantagem, em início de campanha, não elege ninguém meu caro. E se ele tem essa competência toda, fala que é mentira o comentário do BILL. Todos em Parauapebas sabemos que é verdade, mas pra não dizer que estou sendo injusto, vamos nos ater a fatos recentes, como a escolha do seu partido ou até mesmo do seu vice…brincadeira…que ainda acredita que esse candidato sabe o q está fazendo???

  3. Tô de olho Responder

    Amigos, todos sabemos que o PTralha está desesperado pela franca vantagem do Valmir, e a vatagem é porque o velhinho é o melhor candidato para Parauapebas. Quando falarem das dificuldades da Integral, lembrem-se que trata-se de uma legítima empresa de Parauapebas, que compra em Parauapebas e quando passa por dificuldades as mesmas são em Parauapebas, agora façam apenas as contas de quantas vezes neste ultimos 16 anos a prefeitura montou e desmontou a estrutura de shows em frente a camara dos vereadores, agora multiplique pelo valor, só ai meus amigos temos mais de 30 milhões gastos somente com palcos , dinheiro gastos com apenas 3 empresas nestes 16 anos, é isso que você quer que continue acontencendo. Este dinheiro daria para termos um dos melhores centro de convenções do Brasil.

  4. BILL Responder

    Infelizmente o seu valmir nao cumpre com o que fala!
    O Zé RINALDO E O FAISAL TAMBEM SABEM DA DIFICULDADE DELE COMPRAR NA CIDADE “nao tem crédito no comercio”.

    Todos sabem que a empresa dele ta quebrada

    Todos sabem que ele deixou roubarem na cara dele e da empresa dele mais de dois milhoes

    Todos sabem que ele atrasa pagamento de funcionário

    Todos sabem que ele também é responssavel pela caixa dagua do complexo altamira que nunca funcionou.

    Todos sabem que ele tem acordo com o Governador que nunca deu a mi nima para Parauapebaso foi o principal articulador do “”” NAO 55 – FOI QUEM DESTRUIU O SONHO DO ESTADO DO CARAJÁ””” agora com esse mesmo numero querem ganhar a prefeitura de nossa cidade.

  5. Nome (obrigatório) Responder

    Quando voces mostrarem as pesquisas do
    IBOP e
    DATAFOLHA
    Em números reais eu acredito no que o Senhor estar com 40%

    E SE O VALMIR GANHAR AÍ SIM VOCES VAO SABER PORQUE FAISAL TA LARGANDO O BARCO.

  6. robson cunha do nascimento Responder

    Caro amigo Zé Dudu, como sempre, coloco meu comentário de forma simples e transparente, sem apelidos ou coisa que o valha. O dia em que Faisal “sadan hussein” abandonou a política deve ser guardado e receber homenagens ETERNAS. Parauapebas se livra da pior espécie de político, aquele que nada constrói por onde passa, a não ser desavenças. Aguardem, a história vai se encarregar de mostrar ao povo quem foi, na realidade, faisal salmen. QUE VOCÊ QUEIME NO MÁRMORE DO INFERNO!

  7. androide Responder

    Viva o turco caiu, Parauapebas ganhou antes da eleição.
    Ei Faisal, leva a Bel tambem, nos faça esse favor.
    Ai sim, Parauapebas renovada.
    Parabens ao pessoal do Psdb que tiveram coragem de enjaular o Faisal até ele miar igual gatinho…
    Pronto Faisal agora vc pode sair falando de todo mundo, jogando seu veneno, veneno esse que acabou, descobriram o soro antiofidico, Vá viver com sua familia que é muito bom, mas não esqueça leva a dona Bel junto.
    Será ganho dobrado para Parauapebas.

    VIVA!!!!!

  8. P da vida Responder

    Pena que o Zé Rinaldo não quer se candidatar, Parauapebas precisa de pessoas assim.
    Acho bacana vcs do Psdb estarem com pé no chão e não com aquele sentimento de já ganhou…

  9. MÁRCIO Responder

    Não entendi o Paulão Paulada, diz querer uma Parauapebas sem políticos corruptos, mais pede respeito a um político que ele mesmo cita ter conduta duvidosa, dizendo que ” são coisas da política”. Independente, da importância do Dr. Faisal na Política de Parauapebas. CORRUPTO É CORRUPTO.

  10. Nome (obrigatório) Responder

    Com certeza posso dizer mais uma vez que a QUANTIDADE de dinheiro muda totalmente as pessoas, pois só basta esperar um pouco para ver os verdadeiros motivos da desistência de Faisal.

  11. Lucas Responder

    Zé Rinaldo, minha sugestão é que você caia fora de politicagem imunda dessa cidade, vá cuidar dos seus negócios, do seu hotel que é mais importante. Você vai se sujar muito se envolvendo nessa podridão.

  12. Geraldo de Jesus Responder

    Assisti a uma cena deprimente desse senhor no aeroporto , em Belém , no balção da TAM que deixa qualquer pessoa enojada. Seria apenas uma amostra do equilibrio emocional do representante do povo ???

  13. Paulão Paulada Responder

    O que mais gostaria de ver é uma Parauapebas sem políticos corruptos, uma Parauapebas voltada para o povo, mais justa mais limpa é o mais importante. Quanto a decisão do Faisal abandonar sua candidatura é seu direito, queiram ou não Faisal merece respeito é um pioneiro cresceu com a cidade, podem até chamá-lo de corrupto são coisas da política. mais volto á frisar “merece respeito”. Paulão Paulada.

Deixe seu comentário