Policial militar de folga evita execução, mata um pistoleiro e manda outro para o hospital

O alvo era um lavador de carros, sentenciado à morte pelo tribunal do crime de uma das facções criminosas de Parauapebas. Dessa vez a sentença foi anulada!

Continua depois da publicidade

Um policial militar integrante das Rocam (Rondas Ostensivas com o Apoio de Motos), cujo nome não foi divulgado, salvou da morte o lavador de carros Marcos Rodrigues Rosa da Conceição, 21 anos, em Parauapebas. O PM estava em um lava a jato na esquina da Avenida J com a Rua D17, no Bairro Cidade Jardim, quando uma dupla, de moto, chegou para executar o jovem, chegando a fazer disparos contra ele. No mesmo instante, o policial, que estava de folga e à paisana, disparou contra a dupla, matando um e ferindo o outro.

Era por volta de 18h30 quando o policial aguardava que a lavagem do carro dele fosse concluída, sentado em uma área aberta na frente do estabelecimento. Ao lado dele, também sentado, estava Marcos da Conceição.

Em determinado instante, em uma motocicleta Honda Bros, preta, placa QDH-5723, chegaram dois jovens, O da grupa desceu e, armado de revólver calibre 38, começou a disparar contra o lavador. Imediatamente, o policial sacou de sua pistola e atirou contra os pistoleiros, matando Eduardo Conceição, que pilotava a motocicleta, e ferindo seu comparsa atirador, um adolescente de 15 anos de idade. No local foram apreendidos, um revólver calibre 38, com seis balas deflagradas, e um celular.

O próprio policial ligou ao 23º BPM, pedindo apoio, e também ao Samu e ao Resgate do Corpo de Bombeiros, para socorrerem o funcionário do lava a jato e o pistoleiro ferido, removendo ambos para o Hospital Municipal.

O jovem pistoleiro passou por cirurgia e a situação dele é estável. Já no hospital, ele disse que integra uma das facções criminosas que atuam na cidade e que, assim como o colega, recebeu ordem para executar o funcionário do lava a jato. Marcos Rodrigues Rosa da Conceição, também está com a saúde estável e até a manhã desta quinta-feira (4), aguardava cirurgia.

(Caetano Silva) 

2 comentários em “Policial militar de folga evita execução, mata um pistoleiro e manda outro para o hospital

  1. Serra Responder

    Esse policial só não fez melhor porque não matou a outra imundice,esses vagabundo tem que levar e bala esses vagabundo cagões e covardes parabéns a esse policial que Deus abençoe ele e sua família.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: