Acusado de matar padre na virada de ano é preso em Santarém

Jovem de 19 anos confessou o assassinato do religioso. A vítima foi encontrada morta dentro da sua casa no dia 3 de janeiro, em adiantado estado de decomposição.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil prendeu na tarde desta segunda-feira (11), Christian Roberto da Silva, de 19 anos. Ele é acusado de matar o padre José Ronaldo Gomes de Brito, 37 anos, na localidade de Bela Vista do Juá, no município de Santarém, no oeste paraense.

O pedido da prisão temporária de Christian foi deferido na última quarta-feira (06). Ele chegou a prestar depoimento na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil do Pará onde confessou o crime, mas logo depois fugiu. Equipes da Delegacia de Homicídios e da Superintendência Regional do Baixo Amazonas localizaram o acusado na casa de parentes, em Santarém, onde estava escondido.

O preso será submetido a exame de corpo de delito e encaminhado à Central de Triagem Masculina de Santarém, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O crime

Segundo a polícia, o corpo do pároco José Ronaldo foi encontrado já em adiantado estado de decomposição, na manhã do dia 3 de janeiro, dentro da sua casa. O crime teria ocorrido na virada de ano. No local havia indícios de comemoração, como talheres e churrasco, indicando também que mais de uma pessoa havia estado ali.

Padre José Ronaldo

Christian Roberto se tornou o principal suspeito depois que ele se envolveu num acidente com o carro da arquidiocese que era usado pelo religioso.

José Ronaldo era padre da Paróquia Santo Antônio de Pádua, no município de Belterra e coordenava a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Santarém.

Por Dayse Gomes

Publicidade
%d blogueiros gostam disto: