Polícia Militar prende homem que bateu na mulher e a ameaçou de morte

O homem virou cavalo do cão: matou o gato da companheira, destruiu o televisor do casal a tiro de espingarda e ainda ameaçou matar a mulher
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Está preso desde a tarde de ontem, domingo (11), na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, Renato Alves Ferreira, acusado de violência doméstica contra a mulher dele, Milena do Espírito Santo Menezes. Ele também vai responder pelo crime de posse ilegal de arma. A Polícia Militar chegou até ele por meio de denúncia anônima, dando conta, inclusive, de que a vítima estaria escondida na casa de uma amiga, temendo morrer atravessada por uma bala.

Ao chegarem ao endereço, na Rua 81, Bairro Nova Carajás, os policiais militares encontraram Ronaldo, que disse apenas ter havido uma simples discussão de casal. Indagado sobre onde se encontrava a mulher, ele disse que não sabia.     

A guarnição, então, recebeu a informação anônima de que Milena estava na casa de uma amiga, o que foi constatado logo em seguida. Solicitada a contar o que havia ocorrido, a mulher disse que foi agredida pelo marido, acrescentando que ele é muito violento e que, armado de espingarda, a ameaçou de morte.

Contou ainda que, na semana passada, Renato matou o gato de estimação dela e também rebentou o televisor do casal com um disparo de espingarda. Ela informou aos PMs que o homem possuía duas armas daquele tipo. Relatou ainda que, ontem, ele lhe deu vários empurrões, a agredindo física e moralmente. Por isso, ela foi procurar abrigo na casa da amiga.

Indagado, Renato confirmou ser dono das duas armas e disse que a utiliza para caçar e pescar. Em seguida entregou as espingardas aos policiais.  Ele foi conduzido para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde foram efetuados os procedimentos legais, e agora aguarda uma decisão da Justiça.

(Caetano Silva) 

Publicidade