Polícia Militar prende homem com 10 petecas de crack em Parauapebas

A PM chegou ao acusado por meio de denúncia anônima. Na Delegacia de Polícia Civil, ele disse que não é traficante e que o entorpecente era para o próprio consumo. Não convenceu!
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por volta das 18h10, de quinta feira (27), Luís Guilherme Nascimento Damasceno foi preso pela Polícia Militar, acusado de tráfico de entorpecente. Ele foi pego por guarnição da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motos), no bloco 16, do Residencial Alto Bonito, em Parauapebas. Na abordagem, Damasceno foi revistado e com ele foram encontradas 10 petecas de crack.

A polícia chegou até o suspeito após denúncia anônima dirigida ao CCO (Centro de Controle Operacional), dando conta de que uma reunião estaria acontecendo entre membros de uma facção criminosa.

No local indicado a guarnição avistou quatro pessoas, duas das quais fugiram, sendo presos apenas Luís Guilherme e uma mulher cujo nome não foi divulgado. Ouvido em depoimento pelo delegado José Euclides Aquino, ele negou ser traficante e disse que a substância encontrada com ele seria apenas para o próprio consumo e não para venda.

Pela manhã, o preso foi encaminhado ao IML onde passou por exame de corpo de delito e, em seguida, apresentado ao juiz para audiência de custódia.

(Caetano Silva)

Publicidade