Parauapebas

Policia Civil prende um dos suspeitos de homicídio ocorrido em junho passado

A Polícia Civil cumpriu nesta terça-feira (10) Mandado de Prisão Preventiva contra Jhonatas Pereira Gomes. Ele é apontado como um dos responsáveis pela morte de Thiago Gomes Feitosa, crime ocorrido em 28 de junho passado, no Bairro Betânia, em Parauapebas. Na ocasião, Feitosa foi assassinado com três tiros, na presença da mulher dele, na Rua Bom Jesus.

Segundo as primeiras informações repassadas à polícia, Thiago, que era marabaense, seria usuário de drogas. Ele recebeu uma ligação de alguém dizendo que fosse até a caixa d’água do bairro, que fica a dois quarteirões de onde ocorreu o crime.

Ainda segundo informações preliminares, após falar com a pessoa ao telefone, Thiago Feitosa passou na casa em que morava e chamou a mulher para acompanhá-lo, sem dar maiores explicações de onde iriam.

No caminho, já na Rua Bom Jesus, um homem teria acompanhado o casal. Após caminhar cerca de um quarteirão em direção à caixa d’água, Thiago Gomes foi surpreendido com tiros e gritou para que a mulher fugisse do local. Ele foi atingido nas costas e caiu no meio da rua. O assassino se aproximou e disparou mais dois tiros, segundo a polícia.

Thiago ainda foi socorrido por um vizinho e removido para o Hospital Municipal de Parauapebas, mas morreu logo em seguida. A polícia vai requerer as imagens das câmeras de segurança existentes no trajeto feito pelo casal para tentar conseguir mais pistas que levem às demais pessoas envolvidas na execução de Thiago, que deixou uma filha de apenas 4 meses de idade.

(Caetano Silva)

Deixe seu comentário