PM e Bombeiros evitam suicídio e salvam homem que queria pular do viaduto da PA-275

Nove militares das duas corporações participaram do resgate. O quase suicida pretendia saltar para a morte de uma altura de 10 metros.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Policiais militares do 23º Batalhão, de Parauapebas, e homens do 23º Grupamento Bombeiro Militar evitaram que um homem identificado apenas como Lucas cometesse o suicídio se atirando do viaduto ferroviário da Rodovia PA-275, na tarde de ontem, domingo (26). A altura do viaduto é de aproximadamente 10 metros.

A guarnição da PM, composta pelo terceiro-sargento Macedo, cabos Lopes e Santos e soldado Cunha foi designada pelo tenente Dantas, oficial de dia, para atender a um caso de tentativa de suicídio comunicada pelo vigilante de prenome Rafael, da empesa de segurança privada que cuida da linha férrea.

Já no local, a guarnição constatou que os vigilantes da empresa de segurança haviam iniciado o diálogo com o pretenso suicida, tendo os policiais militares assumido e continuado as negociações a fim de fazer com que Lucas não chegasse ao ato extremo.

Em seguida, chegaram ainda ao local os sargentos Anderson, Marlonso e Anchieta, o cabo Antoniel e o soldado Ismael Carlos, todos do 23º Grupamento Bombeiro Militar, e também se envolveram na tentativa de fazer Lucas desistir de tirar a própria vida.

A negociação se estendeu durante vários minutos e, em determinado momento, aproveitando um instante de distração de Lucas, o sargento Macedo, se aproximou rapidamente, segurou o homem pela cintura e puxou contra a grade de proteção. Imediatamente, os demais militares correram e também seguraram Lucas, retirando-o da beirada do viaduto, o que não foi muito fácil, uma vez que o peso do quase suicida foi estimado em aproximadamente 110 quilos. O motivo pelo qual Lucas queria morrer não foi revelado.

(Caetano Silva)