“Parceria pelo Pará” realiza agenda no sul e sudeste do estado

O projeto visa à troca de informações entre os órgãos públicos e a iniciativa privada, buscando o desenvolvimento econômico do estado. Durante a ação, a equipe do projeto realizou visitas técnicas e atendimentos voltados ao setor produtivo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
"Parcerias pelo Pará" cumpriu agenda pelo sul e sudeste do estado

Continua depois da publicidade

O Projeto “Parcerias pelo Pará” cumpriu agenda nos municípios do sul e sudeste do Pará nas últimas semanas. O projeto realizou ações nos municípios de Tucumã, Redenção, Pau D´arco e São Félix do Xingu, com visitas técnicas e atendimentos voltados para o setor produtivo dessas localidades. 

O projeto visa à troca de informações entre os órgãos públicos e a iniciativa privada. Por essa razão, a Comitiva do Parcerias é composta por órgãos como a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Banpará, Sebrae, CredCidadão, Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Sedap, Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), Famed, OCB e Codec.

“O intuito dessas viagens é levar o desenvolvimento através da parceria com as prefeituras e as entidades locais do setor produtivo. Por isso, nos eventos, a Sedeme e mais 10 parceiros falam sobre suas atividades e sobre o que têm a oferecer para o município”, explica a coordenadora do Projeto, Luziane Sena.

Segundo o diretor de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviço (DDICS) da Sedeme, Mauro Barbalho, os prefeitos e o setor produtivo desses municípios ficaram satisfeitos com a presença do governo. “Nesses encontros, o que mais se destacou foi o depoimento de empresários do setor produtivo em perceber a presença do governo, dos órgãos de administração e das entidades parceiras que acompanham o projeto. Todos eles têm uma expectativa muito grande em ser atendidos em suas demandas. Inclusive, aquele sentimento de exclusão, segundo depoimento de alguns, praticamente não existe mais nos últimos dois anos. De uma forma geral, prefeituras e legislativo municipal que participam das ações estão muito esperançosos e crentes de que essa parceria com o governo vai gerar bons frutos”, ressalta.

Na agenda pelas regiões, além do Banpará, também esteve presente o Banco da Amazônia, que apresentou suas linhas de crédito. Fora isso, outros parceiros promoveram suas ações, como o Sebrae, que realizou atendimentos para apoiar micro e pequenas empresas; a Jucepa, com a “Redesim”, que buscou simplificar o registro e legalização de novos empreendimentos; e a OCB, que realizou uma ação muito ativa junto ao cooperativismo local desses municípios.

O “Parcerias pelo Pará” foi lançado em 2019 e já passou por cidades como Marabá, Parauapebas, Castanhal e Santarém, integrando órgãos públicos e iniciativa privada com o intuito de gerar mais emprego e renda a esses municípios.

Tina DeBord- com informações da Sedeme