Parauapebas encara o Caeté no Estádio Rosenão em jogo que vale acesso para à elite do Parazão

A diretoria do Gigante de Aço espera contar com público torcedor para a difícil partida
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Chegou a hora. Parauapebas Futebol Clube e Sociedade Esportiva Caeté, vão se enfrentar pelo jogo de volta das semifinais da Segundinha do Parazão 2021, nesta quarta-feira, 1°, às 18h, no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão. Quem vencer o duelo fica com a vaga para a final do estadual e consequentemente conquista o acesso para à elite do Campeonato Paraense 2022.

As duas equipes estão vindo de boas campanhas e a promessa é de grande partida. No jogo de ida, os times ficaram no empate, por 1 a 1, no Estádio Olímpico São Benedito, o Diogão, em Bragança. Para o jogo de volta, a diretoria do Gigante de Aço espera casa cheia no Rosenão para a torcida empurrar o time rumo ao seu principal objetivo, o acesso. O técnico do PFC, Luís Carlos Cruz, acredita em duelo difícil diante do Caeté.

“O jogo de amanhã será o mais importante do nosso trabalho. Tudo que a gente construiu desde a minha vinda para cá, com a diretoria, presidente e todos os parceiros. Todos os profissionais que nós agregamos na comissão técnica, funcionários e atletas. As pessoas na cidade, quando eu saio pelas ruas, estão dizendo que vai dar certo e nós vamos subir. A região vai crescer muito com o time na primeira divisão, vamos fazer frente com times do estado e colocaremos o PFC a nível nacional, nesse cenário, que é o nosso desejo.  Decisão não se joga, decisão se ganha”, afirma o treinador Cruz.

Até o momento, a torcida do Parauapebas Futebol Clube já comprou 30% dos ingressos colocados à disposição. O valor é de 20 reais e os bilhetes estão à venda na Marola Mult Sport, na rua do Comércio, número 43, no bairro Rio Verde, e no Chocolanches, na rua Rio Itaúna, no bairro Casas Populares. O técnico Luís Carlos Cruz jogou o favoritismo ao Caeté e acredita que o acesso dará um novo rumo ao PFC.

“O Parauapebas vive um momento importante e estratégico na sua vida, e o acesso dará um novo rumo a esse clube. Até então, o Caeté é o favorito, porque nós nunca fomos favoritos em fase nenhuma, e não vamos ser de novo. O time vai jogar amanhã com a qualidade que joga, com a imposição que joga, mas do outro lado tem um bom time e respeitamos. Nós vamos fazer o melhor jogo do ano e vamos consagrar esse trabalho”, disse Cruz.

Por Fábio Relvas / Foto: Lenno Costa