Parauapebas e Cametá fazem o “jogo dos desesperados” nesta terça-feira no estádio Rosenão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Parauapebas Futebol Clube e Cametá Sport Club são os lanternas de suas chaves no Campeonato Paraense de 2018. O PFC tem cinco pontos na Chave A2, enquanto que o Mapará tem apenas três na Chave A1, ambos brigando desesperadamente contra o rebaixamento. Os times estarão se enfrentando nesta terça-feira (27), às 20h30, no estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em partida válida pela sétima rodada do estadual.

Pelo lado do PFC, as cobranças são muitas pelos resultados positivos que não estão chegando. A equipe atuou em seus domínios nos últimos quatro jogos e conquistou apenas uma vitória, diante do Águia, empatou contra o Independente e perdeu para o Bragantino e Paysandu. Com uma campanha pífia, a diretoria chegou a demitir alguns jogadores e contratou outras peças, para tentar primeiramente, escapar do rebaixamento e depois sonhar ainda com uma classificação para a semifinal.

Para a partida diante do Cametá, o técnico Léo Goiano vai poder contar com o retorno do zagueiro André Ribeiro, do volante Max Carrasco e do meio-campo Wellington Cabeça, o trio já cumpriu suspensão contra o Papão, devido aos cartões. Mas o comandante do PFC não confirma o retorno desses atletas, já que sempre faz mistério quanto à escalação da onzena titular. Pelo que veio trabalhando durante a semana, o time deve entrar com: Bruno; Rodrigo, Cris, André Ribeiro e Rafinha; Max Carrasco, Augusto Recife, Gilberto e Luiz Fernando; Jhon Lennon e Monga.

“Um jogo decisivo para nós. Agora na verdade vamos ter quatro partidas e nós temos a intenção ainda de brigar por coisas de parte de cima da tabela e para isso, passar por esse jogo extremamente importante e decisivo contra o Cametá. Jogamos em casa, nós não fizemos ainda nenhum grande jogo em casa e o grupo tem consciência de que já passou da hora da gente fazer essa grande partida”, afirmou Léo Goiano, técnico do PFC.

Por outro lado, o Cametá vai entrar motivado com a troca de comando da equipe. O técnico Cacaio assumiu o time diante do Clube do Remo, e apesar de não ter ficado no banco por conta de uma suspensão, o treinador orientou sua equipe do Mangueirão. O Mapará chegou na noite desta segunda (26) e a delegação já está concentrada em um hotel na cidade de Parauapebas.

A baixa do time é o zagueiro Ivson, que saiu machucado na partida contra o Leão Azul e segue lesionado no Departamento Médico (DM). A ideia do treinador é manter a mesma equipe que jogou de igual para igual contra o Remo, onde arrancou um empate importante. Portanto, o Mapará deve ir a campo com: Douglas Palagi; Rossales, Dener, Allan Peterson e Wesley; Odair, Tetê, Alisson e Maicon Talheti; Caio e George. O atacante Ronaldo, que entrou no 2º tempo contra os azulinos e mudou a história da partida, pode entrar jogando contra o PFC, mas nada foi confirmado pelo técnico Cacaio.

A Federação Paraense de Futebol (FPF) divulgou a escala da arbitragem para o confronto. Danilo Lopes Viana será o árbitro principal, sendo auxiliado por Robson João dos Reis e Ducival da Silva Brito. O quarto-árbitro fica por conta de André Michel Petri Galina.

Por Por Fábio Relvas