Parauapebas: Centro de Compras do Tropical deve ser entregue até dezembro

As obras de construção do Centro estão bem avançadas, com mais de 50% concluídas. A estrutura contará com 48 boxes, praça de alimentação e a rampa de acesso com 8,33% de inclinação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Centro de Compras do Tropical deve ser inaugurado em dezembro deste ano

Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Parauapebas projeta entregar, até dezembro, o Centro de Compras do Bairro Tropical, que está em construção e rá substituir a antiga e precária freira da localidade. As obras estão bem avançadas, com mais de 50% já concluídas. 

Para realizar a obras, os feirantes que comercializavam no local foram realocados para uma estrutura provisória, na rotatória próxima da obra. “A gente trabalhava sem nenhuma condição na antiga feira, com barracas de madeira e sem estrutura alguma. Estamos nesse local provisório aguardando com ansiedade a nossa mudança para o prédio da nova feira. É uma obra muito importante pra gente”, espera Francisca Silva, que tem um pequeno restaurante no local.

Segundo a prefeitura, o projeto visa não só melhorar as condições de trabalho dos feirantes, como melhorar a infraestrutura do bairro e ser mais um ponto onde as pessoas podem ir fazer compras, com toda a comunidade e higiene. O centro tem uma área construída de 2.058,65 m² e contará com dois pavimentos, com estruturas acessíveis para pessoas com deficiência.

“No primeiro piso terá boxes de hortifrúti, peixaria e açougue. No segundo piso, terá a praça de alimentação com restaurantes, lanchonetes e espaço de convivência”, explica o titular da Secretaria Municipal de Obras (Semob), Wanterlor Bandeira.

Segundo ele, a obra foi pensada com todo o carinho e projetada para dotar o Bairro Tropical de uma estrutura que oferte diversidade de compras, mas também um espaço de convivência, para que seja um ponto de encontro das famílias e da comunidade. Nessa fase de execução, a obra está gerando cerca de 80 empregos diretos e indiretos e 90% são trabalhadores do próprio bairro.

Manoel de Jesus é pedreiro e trabalha no local desde o início. Ele mora no Tropical e fala sobre a importância da prefeitura investir em obras que geram benefícios para a comunidade e também emprego e renda.

“É um grande desenvolvimento para nosso bairro. Muitas pessoas aqui estavam com necessidade de emprego, precisando levar o pão de cada dia pra casa e conseguiram com a obra. Esperamos que a prefeitura continue trazendo obras e trabalho pra gente”, frisa o pedreiro.

Revitalização: Para facilitar o acesso ao bairro e ao novo centro, a via de entrada do Tropical foi revitalizada, recebendo obra de drenagem. “Quando chovia, a gente não conseguia vender, porque alagava tudo. A prefeitura fez essa obra grande e resolveu o problema”, comemora a feirante Francisca Silva.

Tina DeBord