Parauapebas: alunos da rede municipal voltam às aulas nesta quinta-feira (1º)

Continua depois da publicidade

Após o período de férias, as 59 escolas municipais de Parauapebas retornam às atividades escolares nesta quinta-feira (01). Ao todo, são mais de 47 mil alunos divididos em educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) que voltam às aulas.

Segundo a diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Tereza Cristina, as escolas voltam normalmente às aulas nesta quinta, para que não tenha nenhum atraso no calendário escolar, que já foi prejudicado no primeiro semestre, devido à paralisação dos professores. A modificação do calendário foi aprovada pelo Conselho Municipal de Educação (Comepa) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp). Com a mudança, todas as reposições de aulas necessárias serão realizadas.

Fazer com que os alunos cheguem à escola com segurança é outra preocupação da Secretaria Municipal de Educação. Para isso, toda a frota de veículos que fazem o transporte escolar, composta por 43 ônibus, doze micro-ônibus e 27 kombis que atendem às escolas das zonas rural e urbana, recebeu manutenção e revisão necessária para que o serviço seja oferecido com qualidade e segurança.

A equipe da Semed vem trabalhando, visando à melhoria e a qualidade do ensino. Várias ações estão sendo preparadas pela equipe técnico-pedagógica. Parcerias com outras secretarias, como a Secretaria de Obras, estão sendo consolidadas com a finalidade de proporcionar qualidade aos estudantes e professores.

Ainda neste semestre, será realizada a reforma de toda a estrutura física de 15 escolas de ensino fundamental e sete de ensino infantil. As primeiras a receberem os benefícios serão: Primavera, Paulo Fonteles, Jozias Leão, Terezinha de Jesus, Sandra Maria, Faruk Salmen, Carlos Henrique, Antônio Matos Filho, Machado de Assis, João Prudêncio de Brito, Chico Mendes, Cecília Meireles, Paulo Freire, Crescendo na Prática e Antônio Vilhena. Outras nove escolas aguardam o processo licitatório.

Fonte: ASCOM PMP